Constituir Comunidades de aprendizagem escolar.

Programa de Governo: Escola Inovadora

Unidade (s) Responsável (is): UGE

O que foi feito:

No decorrer do ano de 2022, no tocante ao eixo de Pesquisa e extensão, o CIEMPI (Centro Internacional de Estudos, Memórias e Pesquisas da Infância) estabeleceu parcerias para acompanhamento e participação em pesquisas acadêmicas com graduandos, mestrandos e doutorandos de universidades públicas nacionais e com a Universidade Pública de Londres Loughdorough para uma pesquisa de pós-doutorado. No eixo de formação permanente, o Centro realizou ações de parceria estabelecendo vínculos com reconhecidas instituições da área da educação, como Diálogos – Viagens Pedagógicas, Fundação Antônio Antonieta Cintra Gordinho, Mapa Serviços Educacionais LTDA, JGMP Aires, culminando na realização de palestras, encontros para estudo, exposições e clube de leitura, ações destinadas a educadores e toda a comunidade, como as mostras e o concurso Brinc@r.com. Para a Rede Municipal de Educação, além das ações mencionadas, houve investimentos na socialização de vivências voltadas ao desemparedamento da escola e a oferta de compartilhamento de práticas pedagógicas realizadas com estudantes por meio da Carta de serviços. Foi desenvolvido também, o Projeto Inspir-Arte voltado à formação pessoal dos educadores da rede, no qual os profissionais foram convidados a participar de visitas a museus, exposições, feiras e mostras oferecidas por diferentes instituições e municípios. No âmbito do fomento à leitura, em 2022 o CIEMPI realizou a entrega de dois kits de livros a todas as unidades escolares da rede municipal. Um kit destinado à formação dos educadores e outro com títulos infantis para compor o acervo das salas de leitura das escolas. Considerando a importância dos cuidados e manutenção desses acervos, foi ofertado aos gestores das referidas instituições uma formação com profissional bibliotecário visando instrumentalizar os profissionais no cotidiano escolar. No ano em questão, o Centro lançou o Projeto Contém Sonhos, no qual os estudantes de todas as escolas municipais receberam uma sacola personalizada para acomodar livros literários do acervo da escola a serem levados para a leitura em seus lares, todas as semanas, nas sextas-feiras. No eixo de memória, em 2022 o CIEMPI realizou o resgate da história de unidades escolares que passaram por reformas e benfeitorias. Nessas escolas também contribuiu com a criação ou organização de ambientes educacionais naturalizados, salas de leitura e ateliês. Foi realizada a exposição “A criança e a imaginação da matéria”, de Gandhy Piorski, renomado escritor, educador e pesquisador brasileiro, que esteve presente em visita da turma ao Centro Internacional de Estudos, Memórias e Pesquisas da Infância (CIEMPI), com a pesquisadora, pedagoga e Mestre em Ciências Sociais da Educação, Ana Claudia Arruda Leite. No campo da internacionalização do CIEMPI destaca-se a Mostra Sconfinamenti – Atravessando fronteiras: encontros com sujeitos vivos/paisagens digitais. O projeto apresentou experiências desenvolvidas nas creches e escolas da cidade italiana de Reggio Emilia. O foco do trabalho foi estabelecer o diálogo entre o natural e o digital, numa proposta de exposição-ateliê, além da mostra foram realizadas palestras para os educadores da cidade toda, e oficinas com os educadores da rede municipal, que auxiliaram na composição dos diversos ambientes. Em 2022, o CIEMPI foi reconhecido na lei orgânica de Jundiaí, como um espaço público da cidade.

No decorrer do ano de 2023, no tocante ao eixo de Pesquisa e extensão, o CIEMPI (Centro Internacional de Estudos, Memórias e Pesquisas da Infância) estabeleceu parcerias para acompanhamento e participação em pesquisas acadêmicas com 2 graduandos, 2 mestrandos, 3 doutorandos e 1 pós-doutoramento, além de participar de 1 estudo piloto sobre a Primeiríssima Infância que são atendidos pela PMJ e documentar a pesquisa do Programa Corações e Mentes. No eixo de formação permanente, o Centro atendeu 10.475 pessoas em palestras, encontros para estudo, exposições e clube de leitura, mostras educacionais e vivências voltadas ao Desemparedamento da Escola, ambiência e estudos sobre ateliês. Houve a continuidade do Projeto Inspir-Arte. No âmbito do fomento à leitura, em 2023 o CIEMPI realizou a entrega de 570 livros distribuídos entre as unidades escolares da rede municipal, destinados à formação dos educadores. No ano em questão, o Centro deu continuidade ao Projeto Contém Sonhos. No eixo de memória, em 2023, o CIEMPI realizou o resgate da história de 2 unidades escolares que passaram por reformas e benfeitorias. Nessas escolas também contribuiu com a criação ou organização de ambientes educacionais. Lançou no referido ano, uma ação sobre educação patrimonial, o Projeto Conhecer para Cuidar, ofertando aos estudantes dos 4ᵒˢ anos da rede municipal, a possibilidade de compreender e valorizar os patrimônios históricos jundiaienses, com a entrega do livro ” Jundiaí e o Centro Internacional de Estudos, Memórias e Pesquisas da Infância em duas versões, português e inglês, atendendo 612 estudantes e 106 unidades escolares. Em 2023, o CIEMPI promoveu a 2ª edição do Concurso Brinc@r.com em parceria com o Departamento de Educação Inclusiva, com a participação de 629 vídeos. No campo das mostras do CIEMPI destacaram-se as exposições Espaços do Sim e Abrigos para sonhos e corpos. Além de exposições e ações formativas, o CIEMPI também foi responsável por receber palestras e eventos internacionais, como o Encontro Cidade das Crianças e o Seminário de Educação Inclusiva, que contaram com representantes de 45 municípios e 5 países e do Brasil. Recebeu também representantes de 10 municípios interessados em conhecer melhor o Programa Escola Inovadora.