Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

Prefeito pede à Justiça que candidatos não usem cavaletes

Publicada em 10/08/2014 às 18:34

O prefeito Pedro Bigardi protocolou nesta sexta-feira (8) um ofício nas três zonas eleitorais de Jundiaí solicitando à Justiça Eleitoral para que os candidatos a cargos eletivos das eleições de outubro não utilizem na cidade cavaletes e placas como instrumento de propaganda eleitoral. O objetivo do prefeito é garantir a mobilidade de pedestres nas calçadas, conservação do canteiros e praças públicas, além da segurança para motoristas no município.

O ofício assinado foi protocolado na 65ª, 281ª e 424ª Zonas Eleitorais de Jundiaí. Nele é pedido aos juízes eleitorais que reúnam os partidos políticos da cidade e busquem um acordo, evitando assim o uso destes materiais de campanha.

Pedro Bigardi: medida visa garantir mobilidade e segurança

Pedro Bigardi: medida visa garantir mobilidade e segurança

A proibição desse tipo de propaganda já está prevista na minirreforma eleitoral aprovada pelo Congresso Nacional em 2013, mas a medida só entrará em vigor nas próximas eleições. “A ideia é tentar sensibilizar a Justiça e fazer um apelo aos partidos e candidatos para que não usem esse tipo de propaganda, que não tem conteúdo, nem propostas, e só confunde o eleitor”, explica o prefeito.

Na última eleição, o chefe do Executivo disse já ter tentado um acordo com os partidos nesse sentido, mas não houve consenso. Na justificativa, o prefeito Pedro Bigardi alega que “as calçadas já são dimensionadas para recepcionar o fluxo de pedestres, em especial as pessoas idosas e crianças” e que “a colocação de cavaletes e placas atrapalha a mobilidade urbana e a segurança dos pedestres”.

“Eles dificultam a mobilidade, sem contar a poluição visual. Temos muitos candidatos concorrendo nesta eleição e acho que esse tipo de propaganda vai acarretar muitos problemas”, destaca o prefeito. “O excesso de cavaletes e placas tem atrapalhado a visibilidade no trânsito, com alto risco de acidentes.”

Além das calçadas, o prefeito diz ainda que os cavaletes e placas colocados nos canteiros centrais danificam a conservação, feita com recurso público, dos gramados e arbustos pequenos. “Gostaria que os partidos entrassem num acordo. Vou fazer um esforço, um apelo mesmo, para que a gente consiga evitar esse tipo de propaganda.”

Assessoria de Imprensa
Foto: Alessandro Rosman


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2014/08/10/prefeito-pede-a-justica-que-candidatos-nao-usem-cavaletes/

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original