Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

Coordenadoria de Bem-Estar Animal amplia política pública para ‘pets’ na cidade

Publicada em 16/06/2016 às 14:02

Com um público-alvo definido, serviços de apoio e atendimento agendado da castração de animais domésticos como cães e gatos, além de um novo programa educativo prestes a ser lançado sobre posse responsável nas escolas municipais, a Prefeitura de Jundiaí segue estruturando a política pública nesse tema.

A estimativa é de que até 125 mil animais entre caninos e felinos vivam no município, a maioria aos cuidados de uma ampla rede de profissionais e empresas do ramo.

LEIA TAMBÉM
Ministério Público apoia projeto do Plano Diretor
Tratorada agrícola no Paço Municipal defende valorização das áreas rurais

Castrações são agendadas pelo 156: Wesley destaca cuidados

Castrações são agendadas pelo 156: Wesley destaca cuidados

No caso de moradores de baixa renda (cadastrados em programas sociais do município), organizações não-governamentais do setor e protetores independentes, existe o apoio da Coordenadoria de Bem-Estar Animal (Cobema), antes sem foco legal e, a partir de março de 2015, com esse público-alvo definido pelo decreto municipal 25.639.

O agendamento das sessões quinzenais de castração, que atendem uma média de 100 animais cada, é feito pelo serviço 156. O aviso vai sendo feito diretamente aos participantes da lista de espera para as próximas datas, de 21 e 28 de junho e 6, 12, 20 e 27 de julho, sempre no período da manhã, com horários para os gatos separados dos horários para cachorros.

Além desse serviço, feito por técnicos contratados, a equipe da Cobema faz o atendimento de clínica veterinária a partir da instalação do “vet contêiner”, estrutura pioneira com a adaptação profissional de um contêiner para a função médica.

“Vim trazer os animais cuidados por minha sogra. Estou com estes três cães enquanto meu cunhado está lá dentro com dois gatos. Tem outro cachorro maior, mas é menos sociável e temos o apoio de um veterinário particular nesse caso”, comentava o soldador Wesley Pupo, morador de chácara no bairro da Ponte Alta, entre o Ivoturucaia e o Caxambu, ao lado dos cães com nomes de Marley, Pitty e Sirius.

Animais terão campanha contra os maus tratos e abandono

Animais terão campanha contra os maus tratos e abandono

O serviço, vinculado à Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, integra a rede ambiental do município. “Existem pessoas que consideram esse problema uma bola de neve e que esse trabalho é secundário. Mas há aspectos de qualidade de vida, de equilíbrio ambiental e até de saúde envolvidos. Por isso foi necessário racionalizar o foco e buscar um envolvimento cada vez maior da comunidade”, afirma a secretária Daniela da Camara Sutti.

O próximo passo da Cobema é a implementação da campanha educativa “Guarda Responsável”, com dicas sobre os princípios da responsabilidade na posse de animais pets usando um dos cães atendidos como símbolo. A parceria entre Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, Secretaria de Educação e Secretaria de Comunicação Social, articulada por Daniela com os secretários José Renato Polli (Educação) e André Barros Leite (Comunicação), vai usar uma cartilha ilustrada para o trabalho-piloto que visa atingir a médio prazo 27 mil estudantes da rede municipal.

É preciso mudar a cultura que leva aos maus tratos e abandono de animais, que são crimes. Se não, continuaremos apenas enxugando gelo”, afirma o coordenador da Cobema, o médico-veterinário Jonathann França Ribeiro.

José Arnaldo de Oliveira
Foto: Alessandro Rosman


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2016/06/16/coordenadoria-de-bem-estar-animal-amplia-politica-publica-para-pets/

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original