Florestal orienta alunos sobre a preservação da Serra do Japi

Publicada em 12/06/2018 às 17:59

Para falar sobre a Serra do Japi e assim ampliar a conscientização a respeito do trabalho realizado para a sua preservação, o inspetor Paulo Vicente Soares – responsável pela Divisão Florestal (DF) da Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ) – participou da Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho e Meio Ambiente (Sipatma) da Escola Senai “Conde Alexandre Siciliano”. O encontro, coordenado pelo diretor da unidade educacional, Fábio Sérgio Carrion, reuniu alunos e funcionários que pela primeira vez conheceram e puderam acompanhar a explanação do setor especializado da Corporação.

“Em 1985 fui aluno do curso de Eletricista Instalador no Senai e hoje voltar à escola como palestrante reforça a grande responsabilidade de poder apresentar a rotina dos patrulheiros que protegem diariamente a grande região : apresentar a Serra do Japi, um raro remanescente de Mata Atlântica no interior do Estado de São Paulo que detém 7% da formação original do bioma da Mata Atlântica do Brasil. Conscientizar sobre a necessidade da sua preservação para as próximas gerações, as riquezas da biodiversidade que a Serra reúne são elementos que estão diretamente relacionados ao fato de que a reserva possui uma condição climática diferenciada, propícia para esta variedade de espécies.

LEIA TAMBÉM
Sistema de monitoramento da GM chama atenção de instituições do País

Responsável pelo setor especializado da GMJ, o inspetor Soares explanou sobre o trabalho realizado durante o ano todo na reserva

As belezas de sua paisagem, a sua riqueza hídrica que justifica a denominação “castelo de águas” são alguns dos muitos aspectos que nos levam à reflexão constante sobre a sua importância como o pulmão verde da grande região que além de Jundiaí também inclui os municípios de Cabreúva, Cajamar e Pirapora do Bom Jesus. Os patrulheiros que integram a Divisão Florestal realizam um trabalho intensivo junto à mata nativa e para que isso aconteça de maneira efetiva passam por capacitação constante; durante o ano todo fiscalizam a prática da caça ilegal, protegem a fauna, o monitoramento à soltura de balões: como as queimadas, eles colocam diretamente em risco a mata e a sobrevivência das espécies”, destacou o inspetor Soares.

Experiência gratificante

O diretor do Senai manifestou o reconhecimento ao trabalho realizado pelo setor especializado da instituição. “Conhecimento, informação e muita experiência que são bem-vindos nesta escola para complementar a formação do nosso corpo discente. Logo que fizemos contato , a Guarda Municipal de Jundiaí manifestou prontamente a sua participação em nosso evento. O Senai Jundiaí retribui com muito respeito a todos os profissionais que têm como compromisso garantir a segurança da população, preservar a Serra do Japi, levar informação e orientação a crianças, jovens e adultos.”

Assessoria de Imprensa GMJ
Foto: Assessoria de Imprensa GMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2018/06/12/florestal-orienta-alunos-sobre-a-preservacao-da-serra-do-japi/
Leia mais sobre