Emeb José Sciamarelli Sobrinho recebe projeto ZooEduca

Publicada em 30/11/2018 às 18:32

Personagens de peça teatral transmitem informações de forma lúdica para crianças e pais, em evento na Emeb José Sciamarelli

Os alunos da Emeb José Sciamarelli Sobrinho, no bairro do Champirra, receberam nesta sexta-feira (30) a peça de teatro ‘O Novo Lar da Ratinha Mimi’, do projeto Zooeduca, realizado pelo Núcleo de Educação e Saúde da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), órgão da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS). A atividade encerrou o trabalho realizado no semestre, que teve por objetivo conscientizar estudantes e moradores sobre os riscos que os animais sinantrópicos (que se adaptaram a viver junto do homem) oferecem para a população.

LEIA TAMBÉM
Aniversário de Jundiaí terá 16 dias com entregas de serviços e eventos
Luta contra a Aids: Jundiaí vai oferecer 500 testes rápidos

A peça que trata dos cuidados em torno das doenças que ratos, caramujos, pombos transmitem aos humanos, também  frisou a necessidade da destinação correta de lixo residual, pois o descarte incorreto gera alimento e ambiente perfeito para a proliferação de algumas espécies. O ZooEduca, de acordo com a educadora do projeto, Gabriela Codarin, também tratou de assuntos pontuais para a região. “Tivemos muita preocupação com os casos de febre amarela na região vizinha e também no aumento de casos de raiva em bovinos. O trabalho com as crianças é mais um canal de informação para a população da zona rural”, detalha.

Animais sinantrópicos (ratos, escorpiões e aranhas) colocam pessoas em risco. Descartar o lixo corretamente é medida preventiva

As atividades foram realizadas em parceria com a Emeb, com a capacitação dos professores de forma a possibilitar a elaboração de ações com os alunos durante todo o semestre. “Um aluno do 1º ano ficou espantado com a quantidade de doenças que os pombos transmitem e mudou a prática de alimentar as aves. Falou para a toda família e mudou os hábitos de todos”,  explicou a coordenadora pedagógica Samanta Ferreira. A diretora da Emeb Rosimeire de Souza destacou a iniciativa como uma forma de trazer o conhecimento para a comunidade. “Por meio das informações das crianças, os familiares perceberam os riscos da exposição. O Zooeduca serviu para aproximar a comunidade da escola em busca de informações”.

Após o semestre trabalhado com o tema, o aluno Davi Apolinário, 7 anos, desenvolveu um trabalho sobre as as aranhas venenosas. “Elas são perigosas. A picada fica vermelha e é muito dolorida e precisa levar a pessoa para o hospital com urgência”, contou o garoto.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2018/11/30/emeb-jose-sciamarelli-sobrinho-recebe-projeto-zooeduca/