Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

Zoonoses e Exército vistoriam mil casas em ação do ‘Xô Dengue’

Publicada em 24/05/2019 às 17:16

Aproximadamente mil residências do bairro Novo Horizonte foram vistoriadas na manhã da última sexta-feira (24), em mais uma força-tarefa do “Xô Dengue” em Jundiaí. A ação envolveu mais de 70 profissionais – incluindo técnicos da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), que realiza a ação; agentes comunitários de saúde e soldados do 12º GAC (Grupo de Artilharia de Campanha) Barão de Jundiahy.

Fiscais com uniformes verificam frasco

Busca ativa: equipes vistoriaram imóveis do Jardim Novo Horizonte

A iniciativa teve como foco a orientação à população local para os cuidados necessários contra os criadouros do mosquito Aedes aegypti na região, a segunda com maior número de casos na cidade. Mais de 300 já foram confirmados no local, representando quase metade do total registrado no município, que é de cerca de 700.

Durante as quatro horas de operação no bairro, o grupo dividiu-se em equipes para cobrir a maior quantidade de casas possível. Entre as moradoras que recebeu a visita estava Vanessa Cristina Oliveira. Ela conta que sempre tomou os cuidados necessários no quintal de sua casa e no depósito onde trabalha, mas que agora, com a ação no bairro, a atenção redobrou. “Às vezes um potinho minúsculo pode acumular água e ser um foco de larvas do mosquito. Hoje eu olho tudo nos mínimos detalhes, e achei muito certo a Prefeitura de Jundiaí vir até aqui para nos orientar a ter ainda mais cuidados”, diz.

Segundo a coordenadora da UVZ, Ana Lúcia de Castro, mesmo com a população mais engajada no combate ao Aedes aegypti em toda a cidade, muitos focos ainda são encontrados durante as visitas técnicas. “A vistoria nos imóveis é fundamental. Hoje nós estamos fazendo um repasse, depois de muitas ações já realizadas no Novo Horizonte, para avaliar o comportamento das pessoas e verificar se ainda há água parada e larvas do mosquito, que transmite outras arboviroses além da dengue, como zika, chikungunya e febre amarela”, ressalta.

Foto de mulher com toca no cabelo

Vanessa é moradora do bairro e avaliou a ação de forma positiva

Ela lembra que a prevenção é a única saída para evitar os focos do mosquito e, consequentemente, eliminar a doença no município. “É preciso acabar com qualquer recipiente que contenha água. O único remédio contra a dengue é eliminar os criadouros.”

Alguns hábitos simples podem ser adotados e acabar de vez com o transmissor. Tampar corretamente as caixas d’água, colocar água sanitária nos ralos e lavar os bebedouros dos animais diariamente com água, esponja e sabão são exemplos deles. Os cuidados também estar nas calhas das residências, principalmente em casos de lajes descobertas, e nas piscinas, que devem ter água tratada corretamente para evitar possíveis focos.

Assessoria de Imprensa
Foto: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2019/05/24/zoonoses-e-exercito-vistoriam-mil-casas-em-acao-do-xo-dengue/

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original