Arteterapia com fitoterápicos é oferecida no CECCO

Publicada em 24/10/2019 às 15:23

A arte como terapia faz parte das Práticas Integrativas Complementares em Saúde (PICs), incentivadas pelo Ministério da Saúde, para o cuidado com a população de forma integral e preventiva. A Prefeitura de Jundiaí, por meio da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), desenvolve atividades de arteterapia nos equipamentos de Atenção Básica da cidade, com foco no cuidado e promoção de saúde. No Centro de Convivência, Cultura, Trabalho e Geração de Renda (CECCO), as oficinas de arte do mês de outubro englobaram também a fitoterapia, com a produção de ‘kokedamas’ com mudas de ervas usadas em chás ou óleos terapêuticos.

Ruth Gomes Lima, 64 anos, participa de todas as atividades oferecidas no CECCO, inclusive as oficinas de arteterapia. “Quando cheguei aqui, estava com vários problemas de saúde e as atividades, tanto de ginástica quanto lian gong e o grupo da dor, devolveram as minhas habilidades motoras. As oficinas são um complemento fantástico, já que conversamos, trocamos experiências e aprendemos cada vez mais”, explicou a mulher, que escolheu uma muda de boldo para montar com a técnica japonesa de plantio suspenso, conhecido como kokedama.

De acordo com a gerente do CECCO, Fernanda Torres Apollonio, as oficinas podem ser realizadas de diversas formas. “A arteterapia pode ser feita com roda de conversa, dança, canto, trabalhos manuais ou agregada a outras práticas. Desta vez, promovemos a oficina de kokedama com mudas de plantas usadas na fitoterapia, facilitando o cultivo para quem não tem espaço em casa, já que o sistema é aéreo, montado em uma bola de substrato com musgos. O convívio é parte importante para a saúde emocional e física das pessoas com as conversas e trocas de aprendizagem”, detalha.

Kokedama foi tema de oficina de arterapia do Cecco; atividades de Práticas Integrativas Complementares de Saúde (PICs) são realizadas em todas as Unidades Básicas de Saúde

Além de compartilhar o conhecimento sobre como se monta as flores suspensas, a farmacêutica da UGPS Fernanda Lacerda Bastos detalhou aos participantes os benefícios das mudas de plantas oferecidas, como a arruda (óleo terapêutico para o alívio da dor de cabeça), a hortelã (importante para a digestão) e o boldo (também usado para a digestão e fígado). “As ervas contam com propriedades fitoterápicas que podem ser usadas em chás, na alimentação como temperos e até na produção de óleos, que podem ser usados para massagem ou aromaterapia. As oficinas têm como objetivo replicar o conhecimento para que a população possa agregar e utilizar em casa”, explica.

Para participar das atividades de arteterapia, basta buscar pela Unidade Básica de Saúde (UBS), Nova UBS ou Clínica da Família de referência para saber qual modalidade é oferecida na unidade de referência. Já as atividades do CECCO  são abertas para toda a população.

Ruth Gomes Lima participa de todas as atividades do CECCO e ficou animada com a confecção da própria kokedama

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2019/10/24/arteterapia-com-fitoterapicos-e-oferecida-no-cecco/
Leia mais sobre ,

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original