“Família Acolhedora” promove palestra em comemoração aos dez anos do serviço

Publicada em 14/11/2019 às 13:35

Em novembro, o “Família Acolhedora” comemora dez anos. Para comemorar a data, a Prefeitura, por meio da Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS), irá realizar uma palestra sobre os desafios do acolhimento familiar, com a assistente social Jane Valente. O evento será realizado na sexta-feira (22), a partir das 8h30, na Cúria Diocesana (rua Engenheiro Roberto Mange, 400, Anhangabaú). A palestra é aberta ao público, inclusive famílias interessadas em se inscrever no serviço. Interessados na palestra devem se inscrever gratuitamente pela internet.

Buscando na internet alternativas para ajudar ao próximo, o engenheiro de produção Renato Sucupira e a pedagoga Karina ficaram sabendo do Família Acolhedora, serviço da Prefeitura de acolhimento de menores afastados do seio familiar por determinação judicial. Após passarem pelos procedimentos de inclusão no cadastro, há dois meses o casal e seus filhos Vitor, de 15 anos, e Alice, de quatro, abrigam em sua casa um bebezinho de quatro meses. “O Família Acolhedora exige doação integral, de tempo, de amor e de responsabilidade. Queríamos fazer o bem e que nossos filhos conhecessem outras realidades”.

Segundo a diretora do Departamento de Proteção Social Especial da UGADS, Ariane Goim Rios, o evento é uma oportunidade para os interessados em conhecer o serviço. “A proposta é fortalecer e ampliar o serviço no Município. Gostaríamos de trabalhar a mudança de paradigma, já que atendimento à primeira infância (crianças de até três anos) acabou por se fortalecer mais que o de outras faixas etárias, sendo que também são exitosas as experiências com crianças mais velhas e adolescentes”.

Sobre a adesão da família ao bebê, Karina já adianta que tem intenção de novos acolhimentos. “Muitos interessados no serviço ficam receosos quanto ao momento da separação. A guarda do bebê é temporária, mas não o amor que sentimos por ele. O amor que doamos hoje ele irá levar para sempre. Estamos contribuindo num momento de fragilidade na vida dele, mas quem ganha somos nós e nossos filhos, que estão passando por um momento de aprendizado muito significativo”.

Crianças e adultos sentados em sofá, olhando para bebê de colo, com um bebê de colo, de costas

Ainda no primeiro acolhimento, família Sucupira já considera receber novos bebês ema casa

O serviço
O Família Acolhedora é o serviço responsável pelo encaminhamento sigiloso de crianças recém-nascidas e de adolescentes até a idade de 17 anos para acolhimento provisório após determinação do Poder Judiciário pelo afastamento das famílias de origem por causas distintas, como negligência, maus tratos, uso de substâncias psicoativas, violência e abandono.

As pessoas interessadas no serviço não podem estar na fila de adoção e passam por entrevistas, visitas domiciliares e encontros de capacitação. Os interessados devem residir em Jundiaí, ter mais de 21 anos, não possuir antecedentes criminais e não apresentar problemas psiquiátricos e/ou dependência de substâncias psicoativas.

O serviço em Jundiaí fica na avenida Dr. Pedro Soares de Camargo, 587, Anhangabaú, e o telefone para contato é o (11) 4521-5550, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Assessoria de Imprensa
Foto: fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2019/11/14/familia-acolhedora-promove-palestra-em-comemoracao-aos-dez-anos-do-servico/

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original