Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

Castrações de cães e gatos crescem 92% em 2019, na comparação com 2016

Publicada em 17/01/2020 às 17:45

Dados do Departamento de Bem-Estar Animal de Jundiaí (DEBEA) revelam que as castrações de cães e gatos na cidade aumentaram 92,2% no ano passado, na comparação com 2016. Em 2019 o órgão realizou 2.883 cirurgias, contra 1.500 há quatro anos. Em 2018, foram castrados 2.425 animais e, em 2017, um total de 1.682 pets.

Também em 2019, o DEBEA realizou mais de 1.800 atendimentos clínicos gratuitos a cães e gatos e tem cadastrados 1.586 munícipes que recebem até dois salários mínimos e têm direito a atendimento clínico para seus animais. Todos os pets castrados são microchipados e o departamento ainda acompanha 10 casos de acumuladores de animais.

DEBEA fez 2.883 cirurgias de cães e gatos em 2019, contra 1.500 em 2016

DEBEA fez 2.883 cirurgias de cães e gatos em 2019, contra 1.500 em 2016

Quanto às atividades educativas, o departamento as realizou no ano passado em 18 escolas municipais, atendendo 127 turmas, num total de 4.200 estudantes. “Para 2020, queremos castrar cerca de 3.300 cães e gatos, através de mutirões por vários bairros de Jundiaí. Pelo menos um evento desse será realizado por mês, em nossa sede ou em escolas da Rede Pública”, disse Daniela Araújo Passos, diretora do DEBEA.

Ainda segundo ela, a taxa média mensal de não comparecimento dos donos dos pets às cirurgias agendadas chega a 20%. “Pedimos às pessoas que se cadastram nos mutirões para que avisem caso não possam comparecer à cirurgia. Estamos empenhados em melhorar cada vez mais o serviço prestado à população de Jundiaí”, emendou Daniela.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2020/01/17/castracoes-de-caes-e-gatos-crescem-92-em-2019-na-comparacao-com-2016/

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original