Exposição traz história e legado de Glória Rocha ao Museu Histórico

Publicada em 16/04/2022 às 13:08


Com uma coreografia de parar o Centro, bailarinos da Companhia Jovem de Dança anunciaram, nas janelas do Museu Histórico e Cultura – Solar do Barão, a abertura da exposição “Legados de Glória – Memórias da Dança em Jundiaí” na manha de sábado (16). A mostra é dedicada à memória da bailarina, cenógrafa e coreógrafa Glória da Silva Rocha e à história da dança na cidade.

CONFIRA AS FOTOS DO 24º ENREDANÇA

A exposição, realizada pela Unidade de Gestão de Cultura (UGC), integra a programação da 14ª edição do Enredança. A cada sala do Museu, o visitante é convidado a mergulhar no universo da bailarina, entre sapatilhas, figurinos, objetos e painéis que contam um pouco da força dessa mulher que fez história. “Ela foi moderna e muito a frente do tempo em que viveu. A exposição está íntegra à história dessa pessoa de garra, força e pioneira no que fez”, disse a neta de Glória, Sabrina Gaspari Muller, que estava acompanhada de outros membros da família da homenageada.

Família da bailarina, cenógrafa e coreógrafa prestigiou a abertura da exposição

O gestor da UGC, Marcelo Peroni, destacou o legado e a influência de Glória para a dança em Jundiaí. “A cultura transforma e é necessária todos os dias. É uma alegria imensa, após dois anos, poder retomar o Enredança com espetáculos presenciais e também com essa exposição sobre uma pessoa tão significativa.”


Mais
Nascida em Jundiaí, em 1920, a professora Glória da Silva Rocha sempre foi do universo da dança, além de incentivadora das artes. Foi aluna da bailarina Chinita Uhmann e tinha paixão pela arte de dançar e ensinar. Com inesgotável capacidade de criação, também era pintora, cenógrafa e coreógrafa e era constantemente solicitada para organizar espetáculos na cidade.

Glorinha, como era conhecida, criou o famoso grupo Ballet Jundiaiense, composto por jovens e crianças e, mais tarde, fundou o “Instituto de Orientação Artística – IOA”, escola de dança que funciona até os dias de hoje e formou gerações de bailarinas. Objetos pessoais da homenageada estão expostos, assim como peças que foram usadas por outras artistas famosas, como Cláudia Raia e Ana Botafogo.


Visitas
O público pode conferir a exposição até o dia 26 de junho e a entrada é gratuita. O Museu fica na rua Barão de Jundiaí, 762 – Centro, e fica aberto ao público para visitação de terça a domingo, das 10h às 17h. Às segundas-feiras, o espaço fica fechado para limpeza e manutenção.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2022/04/16/exposicao-traz-historia-e-legado-de-gloria-rocha-ao-museu-historico/

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original