Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

Secretário destaca transparência a vereador

Publicada em 06/05/2013 às 18:33

A má interpretação nas mídias sociais da tomada de preço para a compra de coxinhas da asa de frango, publicada na Imprensa Oficial, para serem servidas na merenda escolar das 128 escolas do município, induziu algumas pessoas a questionarem a transparência do processo licitatório preparado pela Secretaria de Administração da Prefeitura. Entre elas, o vereador Gustavo Martinelli, que na semana passada encaminhou ofício ao secretário da pasta, Denis Crupe, solicitando explicações sobre o fato.

A dúvida plantada nas mídias sociais induziu à interpretação de que o valor de R$ 21,90 era para o produto in natura, quando na verdade o valor agrega, além do preparo que vai do corte, tempero e processo ao forno, também o congelamento em recipiente apropriado, logística de entrega em caminhão refrigerado e garantida três vezes por semana nas 128 unidades escolares do município, pelo prazo de um ano.

Denis Crupe tirou as dúvidas do vereador Gustavo Martinelli

Denis Crupe tirou as dúvidas do vereador Gustavo Martinelli

Para esclarecer esta indução ao erro do valor e procedimentos que envolvem a manipulação do alimento, o secretário Denis Crupe recebeu o vereador Gustavo Martinelli na tarde desta segunda-feira (6) e ofereceu todas as informações necessárias para o entendimento.

Denis Crupe mostrou o documento do procedimento em fornecer o alimento pronto, bastando apenas o aquecimento – uma reivindicação das merendeiras para proporcionar agilidade no atendimento aos estudantes. “Este procedimento foi adotado em 2012, pela antiga administração. O custo naquela oportunidade, por quilo, era de R$ 19,90. Neste ano, com os ajustes da inflação, venceu o valor de R$ 21,90: dois reais de acréscimo. O estabelecimento se compromete, assim como fez ano passado, em manter o preço por 12 meses. Ou seja, o valor será este durante a vigência do contrato, independentemente de oscilações no mercado tanto do produto quanto do combustível e mão de obra”, explicou.

Satisfeito
O vereador Gustavo Martinelli disse, bem humorado, que está “90% satisfeito” com as explicações. “Os outros 10% fico no aguardo da resposta do ofício que encaminhei, que será enviado até quarta (8). Nele serão esclarecidas outras questões técnicas que envolvem a diretoria nutricional”, comentou.

O secretário Denis Crupe salientou ao parlamentar que a Secretaria de Administração está à disposição para responder os questionamentos, bem como as outras pastas, visando sempre pela transparência.

“É de suma importância sempre buscar as explicações em fontes confiáveis, assim como faz o vereador, não se deixando levar por induções ‘plantadas’ nas redes sociais ou de boatos infundados. E sempre estaremos de portas abertas para esclarecer qualquer dúvida sobre as atividades da administração municipal”, finalizou Denis Crupe.

Por Édi Gomes
Foto: Dorival Pinheiro Filho


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2013/05/06/secretario-destaca-transparencia-da-administracao-a-vereador/
Leia mais sobre

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original