Prefeito destaca revisão de salários para categorias

Publicada em 08/05/2015 às 19:18

Por determinação do prefeito, diversas categorias do serviço público municipal receberam reajustes. Todos os projetos já foram aprovados pela Câmara Municipal, durante sessão realizada terça-feira (5). As propostas foram construídas em tratativas com o Sindicato dos Servidores Públicos de Jundiaí.

“Estamos trabalhando, desde o início do mandato, para melhorar as condições de quem tanto se dedica ao serviço público da cidade. Já conseguimos corrigir antigas injustiças relacionadas a diversas categorias”, comentou o prefeito.

LEIA TAMBÉM
Jundiaí lança ‘cidade caminhável’ nesta sexta (15)
Maio Amarelo’: servidores públicos são conscientizados
DAE prevê o plantio de até 40 mil árvores no Parque da Cidade

A partir de janeiro de 2016, engenheiros e arquitetos terão um reajuste de 40% no salário base. Os procuradores também receberão, retroativo a fevereiro de 2015, reajuste de 40%.

Prefeito Pedro Bigardi conversa com servidores: valorização

Prefeito conversa com servidores: valorização

No caso das Agentes de Desenvolvimento Infantil (ADIs), o reajuste será de 7% a partir de 1º de maio de 2016 e mais 7% a partir de 1º de maio de 2017.

As assistentes sociais também foram beneficiadas. Todas receberão o reajuste de acordo com o tempo de trabalho de cada servidora. O valor do aumento será calculado de acordo com o enquadramento de cada funcionária na tabela que classifica o salário da categoria.

Os motoristas (veículos leves e e pesados) e operadores de máquina, contam, a partir de 1º de maio deste ano, com um aumento de 15,76% no vencimento base. Este porcentual incide, inclusive, em adicionais de tempo de serviço, sexta parte e progressão – refletindo em ganho salarial.

Como compromisso assumido com os servidores municipais, o prefeito já adiantou que está em discussão com o sindicato, ao final da campanha salarial deste ano, a pauta de benefícios para outras categorias.

Mais categorias
A secretária de Gestão de Pessoas, Mary Fornari Marinho, explica que para cada categoria, estudos técnicos legais, orçamentários e estruturais são realizados para a valorização e correção de antigas distorções. “Com essas alterações recentes, chegamos a um número de mais de 2 mil servidores beneficiados pelo governo.”

Ela lembra que várias situações deste tipo encontradas no início do governo foram corrigidas em 2013 e 2014. A prioridade foi para as categorias que estavam em situação mais vulnerável, como os técnicos de enfermagem, técnicos de higiene dental, técnicos em laboratório, atendentes de enfermagem, auxiliares de consultório dentário, auxiliares de laboratório, guardas municipais, agentes comunitários de saúde, assistentes de gestão, assistentes fazendários, agentes de trânsito, agentes de fiscalização de posturas municipais e professores municipalizados.

É importante frisar que, além das correções, diversas mudanças positivas vieram com a atual administração municipal. Entre elas, a implantação do Posto de Atendimento Médico no Paço Municipal (antiga reivindicação dos funcionários); a avaliação de desempenho passou a ser realizada de forma online, dando mais precisão e agilidade ao trabalho; contratação de mais de 800 novos servidores de carreira, principalmente nas áreas de Saúde, Educação e Segurança; implantação do benefício da falta abonada; lei de assédio moral e estágio probatório foram regulamentadas; mais de 3,5 mil funcionários passam por cursos e seminários de capacitação; aumento de 8% no salário mais R$ 420 de vale-alimentação em 2014, entre outros benefícios.

Luana Dias
Foto: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2015/05/08/prefeito-destaca-revisao-de-salarios-para-categorias/