Exposição reúne trabalhos de usuários da saúde mental

Publicada em 19/05/2015 às 18:24

A sala de exposições itinerantes da Pinacoteca Diógenes Duarte Paes ficou pequena para a abertura da Exposição “Do Casulo ao Voo Livre”, na tarde desta terça-feira (19). O evento é parceria entre as secretarias de Saúde e Cultura e o Coletivo de Trabalhadores da Saúde Mental de Jundiaí, e faz parte da programação do Mês da Luta Antimanicomial de Jundiaí.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO MÊS DA LUTA ANTIMANICOMIAL

A abertura reuniu profissionais da área, usuários dos equipamentos da saúde mental, parentes e público em geral, que foram prestigiar e conhecer um pouco do resultado das oficinas realizadas pelos Centros de Apoio Psicossocial (Caps) da cidade. A mostra ficará em cartaz até 30 de setembro e reúne pinturas, fotografias e instalações, tudo produzido pelos usuários da rede de saúde mental de Jundiaí.

LEIA TAMBÉM
Saúde reforça apelo da vacinação contra a gripe
Ação contra a dengue vistoria mais de mil imóveis
São Vicente tem nova entrada para visitantes e colaboradores

Público lotou a sala de exposição da Pinacoteca

Público lotou a sala de exposição da Pinacoteca

Para a coordenada da Saúde Mental de Jundiaí, Ana Thomé, esse evento é a consolidação de uma importante conquista dos usuários da saúde mental da rede municipal em um espaço nobre de arte da cidade. “É resultado de um esforço de todos os profissionais da rede para mostrar o outro lado das doenças mentais, o sofrimento transformado em arte.”

Fotos e instalações chamara a atenção dos visitantes

Fotos e instalações chamaram a atenção dos visitantes

O gerente do Caps Infanto Juvenil e membro do Coletivo, Alexandre Moreno Sandri, conta que a ideia inicial era contar um pouco da história da saúde mental através da produção dos próprios usuários da rede municipal de saúde mental. Mas o projeto foi além.

“Durante o processo de montagem da exposição, alguns usuários visitaram pela primeira vez a Pinacoteca e o Museu Histórico e Cultural de Jundiaí. É uma forma de integração, de socialização e inclusão desse público”, diz Alexandre. “O objetivo é, a partir da exposição, fomentar o acesso desses usuários aos equipamentos de cultura da cidade. Para os usuários, esse evento traz a ampliação das perspectivas de vida, amplia o horizonte. Aqui eles estão como artistas e como visitantes.”

A socióloga e educadora Creusa Claudino, da Secretaria de Cultura, coordenou a montagem e destacou que é uma exposição colaborativa, com trabalho de seis segmentos: Caps Adulto, Caps IJ, CEAD, Creas-POP, Ambulatório de Rua e SOS. “Essa exposição também faz parte da 13ª Semana de Museus, em comemoração ao Dia Internacional de Museus”, complementou Creusa.

A abertura contou ainda com uma apresentação de música e dança. Na sequência, o público assistiu ao filme “Si puo Fare?” e participou de debate sobre o tema.

Mais eventos
A programação do Mês da Luta Antimanicomial de Jundiaí continua nesta quarta (20) e quinta-feira (21), com o 1º Encontro Regional de Caps IJ do Estado de São Paulo “É nóis no SUS: Ciranda de Direitos na RAPS pra molecada”, na Faculdade de Medicina de Jundiaí.

Estão programados ainda o 2º Fórum de Saúde Mental de Jundiaí, na quinta-feira (28), na Faculdade de Medicina de Jundiaí, e o Seminário Saúde Mental e Racismo, na sexta (29), no Clube 28 de Setembro.

Para encerrar o evento, na sexta (29), às 14h, está programada uma caminhada e atividades culturais em defesa da luta antimanicomial, na Praça Governador Pedro de Toledo, a Praça da Matriz, no Centro.

Niza Souza
Fotos: Alessandro Rosman


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2015/05/19/exposicao-reune-trabalhos-de-usuarios-da-saude-mental/