Jundiaí é destaque no ranking das cidades mais ‘limpas’

Publicada em 09/08/2016 às 16:06

O ranking nacional do Índice de Sustentabilidade da Limpeza Urbana (ISLU) traz Jundiaí na 27ª colocação entre os municípios acima de 250 mil habitantes. Com índice de 0,689, Jundiaí está a frente de cidades paulistas de grande porte, como São José do Rio Preto, Ribeirão Preto e São José dos Campos.

O estudo feito pelo Sindicato das Empresas de Limpeza Urbana (Selur) e PwC analisa os serviços de limpeza urbana dos municípios brasileiros, além de avaliar os desafios e o cumprimento das propostas definidas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Foram mapeados 1.721 municípios brasileiros, a partir de dados coletados na base de 2014 do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) e com base nos critérios da PNRS, foram mapeados.

LEIA TAMBÉM
Jardim Florestal é ponto de partida da construção do Inventário Arbóreo
Parques orientam ‘jogadores’ de Pokémon Go a cuidarem da conservação

Pontos de entrega voluntária de entulhos foram instalados na cidade

Pontos de entrega voluntária de entulhos foram instalados na cidade

Para chegar aos resultados, foram avaliados quatro aspectos: Engajamento do Município (população atendida x população total); Sustentabilidade Financeira (despesas com a limpeza urbana x despesas totais); Recuperação dos Recursos Coletados (material reciclável recuperado x total coletado); e, por fim, Impacto Ambiental (quantidade destinada incorretamente x população atendida). Esses critérios foram escolhidos por meio de interações estatísticas, com a mesma metodologia de cálculo utilizada pela ONU para o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).

Para o secretário municipal de Serviços Públicos, Lucas Rodrigues, o resultado reflete os investimentos no tratamento de resíduos sólidos. “O fato de Jundiaí figurar no ranking das maiores das cidades com melhor ISLU marca o reconhecimento do trabalho dos últimos anos”, afirma.

Investimento em novas tecnologias no tratamento de resíduos sólidos

Investimento em novas tecnologias no tratamento de resíduos sólidos

Entre os investimentos, o secretário aponta o tratamento do material da construção civil, o monitoramento de caçambas, o rastreamento de resíduos hospitalares, a implantação dos ecopontos e dos Pontos de Entrega Voluntária de Entulho (PEV), a coleta seletiva, a parceria com a Alemanha para estudos, capacitação e implementação de tecnologias para o tratamento dos resíduos, a revitalização de praças e espaços públicos antes utilizados como depósito de entulhos. Jundiaí também conta com um curso de pós-graduação em Gestão de Resíduos Sólidos que já formou sua primeira turma.

Lucas também destaca a aprovação da lei 8.574/2015 que trata da Política Municipal de Resíduos Sólidos. “A aprovação da lei municipal é um legado para as futuras gestões para que a gestão dos resíduos sólidos seja levada a sério. Essa questão é um dos maiores desafios dos gestores públicos, pois não há mais local para depositar lixo e vai ser preciso investir em tecnologias para tratar os resíduos. Neste sentido, Jundiaí está no caminho certo”, assinala.

Viviane Rodrigues
Foto: Arquivo PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2016/08/09/jundiai-e-destaque-no-ranking-das-cidades-mais-limpas/