Mostra de Heloísa Sandoval prolonga temporada na Pinacoteca

Publicada em 22/09/2016 às 16:45
A obra “Bestiário” faz parte do primeiro trabalho “Do Silêncio e das Coisas”

A obra “Bestiário” faz parte do primeiro trabalho “Do Silêncio e das Coisas”

A exposição “Matéria de Poesia”, da artista plástica Heloísa Sandoval, prorroga seu período de exposição até 20 de outubro na Pinacoteca Diógenes Duarte Paes, no Centro.

O acervo é dividido em três salas e forma um todo na concepção da artista. Inspiradas em vivências com a natureza, em especial com a Serra do Japi, as obras já foram doadas pela artista à Pinacoteca para fazerem parte da memória cultural da cidade.

São peças de diversos trabalhos que percorreram museus, mostras e demais eventos durante os últimos anos, com os temas “Do Silêncio e das Coisas”, “Matéria e Poesia” e “Aqua”.

Do primeiro trabalho, já exposto no Gabinete de Leitura Ruy Barbosa em 1999, o “Do Silêncio e das Coisas” traz uma série de obras compostas por Pergaminhos e Breviários, constituídos por rolos e pequenos livros inspirados nos gabinetes de curiosidades que antecederam os atuais museus.

Em seguida, na sala denominada “Matéria de Poesia”, também título de poema de Manoel de Barros, estão expostas diversas obras, entre elas “Fragmentos: Matéria de Poesia”, que inclui frases e textos do poeta entre os fragmentos de desenhos, monotipias, fotos, gravuras e colagens que formam o conceito de objetos poéticos.

Já a última parte da exposição, intitulada “Aqua”, é uma experiência sensorial. Com sons que reproduzem uma imersão na Serra do Japi, permite ao visitante ouvir águas, pássaros, ruídos e silêncios espalhados pelo ambiente enquanto galhos da mata recobrem as poças de luz – três backlights no piso e imagens fluidas e coloridas projetadas em acetato que se fragmentam e mudam de tom como os horários do dia nas paredes. Um pequeno banco convida o visitante a parar um pouco para apreciar as sensações.

LEIA TAMBÉM
Grupo técnico define prazo de transição de nova lei de parcerias
Conselho do Patrimônio convoca audiência pública para discutir tombamentos

Mais
Formada em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP), Heloísa Sandoval Gregori cursou, no final da década de 1950 e início da década de 1960, a sua formação de Professora de Desenho, curso ligado inicialmente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp) e posteriormente à Fundação Armando Álvares Penteado (Faap).

Como artista plástica participou de diversas exposições em salões, museus e galerias, dos quais destacam-se: Bienal Nacional de Santos, Museu de Arte Contemporânea (Mac Campinas), 24º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba, Fundação Cultural de Curitiba, Poesia Intersignos no Paço das Artes e Galeria Gravura Brasileira.

A Pinacoteca Diógenes Duarte Paes fica na rua Barão de Jundiaí, nº 109, Centro, fone (11) 4586-2326. Visitação de terça a sexta-feira das 9h às 17h e aos sábados das 9h às 13h.

Acervo foi doado à Pinacotaca para preservação da memória cultural da cidade

Acervo foi doado à Pinacotaca para preservação da memória cultural da cidade

Assessoria de Imprensa
Fotos: Divulgação


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2016/09/22/mostra-de-heloisa-sandoval-prolonga-temporada-na-pinacoteca/
Leia mais sobre ,

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original