Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

PAIT completa 11 anos com mais de 5 mil pessoas atendidas

Publicada em 27/08/2018 às 18:14

No Dia Nacional de Combate ao Fumo, celebrado no dia 29 de agosto, o Programa de Assistência Intensiva ao Tabagista (PAIT), da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), completa 11 anos de atividades. Com mais de 5 mil pessoas atendidas em toda a história, mais de 3,5 mil pessoas deixaram o vício do cigarro para uma vida saudável. No ano passado, o percentual de sucesso no abandono do vício foi de 90%.

O tabagismo é uma epidemia mundial, sendo considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a principal causa de morte evitável no mundo. Estima-se que aproximadamente cinco milhões de pessoas morrem anualmente por complicações relacionadas ao tabagismo, e 1 milhão de pessoas morrem por tabagismo passivo.

LEIA TAMBÉM
Nova UBS Maringá reduz fila para atendimento dentário em 45,54%
Campanha antirrábica tem crescimento de 6,9% na 1ª etapa

PAIT conta com grupos descentralizados em UBSs para atender a população interessada em deixar de fumar

O PAIT é desenvolvido em vários equipamentos de Saúde da cidade, contando com grupos em Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Núcleo Integrado de Saúde (NIS) e no Complexo Argos. “Entre janeiro a dezembro de 2017, 546 pessoas foram atendidas pelo PAIT. Desse total, 492 deixaram de fumar, resultando em 90,10% de sucesso no tratamento, que é realizado de forma multidisciplinar, com reuniões, palestras, acompanhamentos individuais e medicamentoso nos casos com indicação”, detalha o coordenador do programa, Carlos Costa, cardiologista. Desde o início do funcionamento, cerca de 5 mil pessoas passaram pelo programa e mais 3,5 mil deixaram o tabagismo.

O médico lembra que neste ano, foi incluído uma nova frente para o combate ao tabagismo, para o controle do peso. Em maio o braço ‘Menos Peso, Mais Saúde’ foi implementado para os atendidos do PAIT com o objetivo de evitar o ganho de peso após deixar o vício do cigarro. Segundo o médico, com apenas dois meses do programa anexo em andamento, ainda é cedo para identificar redução significativa no peso dos participantes. “O importante é que as pessoas tomem conhecimento da alimentação saudável e da forma correta de se alimentar para evitar o ganho de peso, e suas consequências”, comenta.

Com cinco dias longe do cigarro, Mariana de Cássia Cantamessa Perroni, 33 anos, fumou por 12 anos. Chegou a ficar 4 meses distante do cigarro, e recaiu. Desta vez está decida a deixar de fumar e procurou a ajuda do PAIT.  “Esta é a primeira vez que fui em busca de ajuda. Gostei muito do sistema que é usado por eles, com explicações interessantes sobre o impacto do cigarro no organismo da pessoa. É uma abordagem diferente e abrangente”, explica a moça, que faz parte do grupo da UBS Morada das Vinhas.

Os atendimentos dos pacientes interessados em parar de fumar ocorrem toda terças e quartas-feiras no Núcleo Integrado de Saúde (NIS), às segundas-feiras na Argos, no período noturno, e rotativo nas Unidades Básicas de Saúde nas segundas quintas-feiras. Nas Unidades de Saúde do Agapeama, Corrupira, Hortolândia, Novo Horizonte e Nova UBS Maringá os atendimentos são realizados pela própria equipe que foi capacitada para abordagem do tabagismo.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2018/08/27/pait-completa-11-anos-com-mais-de-5-mil-pessoas-atendidas/

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original