Arboviroses: ação de bloqueio no São Camilo faz limpeza em vielas

Publicada em 10/01/2019 às 16:08

Limpeza de ação foi realizada em vielas e espaços comuns

Dando continuidade ao trabalho de combate às arboviroses, as equipes da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) e da Unidade de Infraestrutura de Serviços Públicos (UGISP) realizaram, nesta quinta-feira (10), ação de limpeza em vielas e áreas comuns no bairro São Camilo. Foram retirados 13 sacos de lixo com material descartado de forma irregular, podendo se transformar em criadouros de mosquitos Aedes aegypti (transmissor das arboviroses). A atividade segue o cronograma de ação iniciado com a busca ativa dos criadouros e possíveis casos não identificados, seguido de controle químico. Na próxima semana será feita nova atividade casa a casa para análise da efetividade das medidas tomadas anteriormente.

De acordo com a biomédica da UVZ, Ana Lúcia de Castro Silva, o trabalho iniciado no São Camilo tem por objetivo eliminar os possíveis focos de transmissão de dengue no bairro, já que foi confirmado um caso em mulher, no final do ano passado. “Pelo estudo do caso foi possível identificar que o vírus da dengue chegou ao bairro a partir de alguma pessoa infectada, proveniente de outra localidade, possivelmente outro estado, já que boa parte das famílias da localidade receberam visitas de parentes no período. A etapa de limpeza das áreas comuns e vielas antecede a nova busca casa a casa que será feita na próxima semana”, detalha.

Larvas de mosquito Aedes aegypti foram localizadas durante ação de limpeza, no São Camilo

No caso de as buscas identificarem novos casos sintomáticos (com dor de cabeça, manchas pelo corpo, febre e dor no corpo), a ação será continuada, pois indica que ainda restam mosquitos contaminados na área. “A expectativa é de não haver novos casos. No entanto, é preciso que a população se conscientize sobre a importância de descartar o lixo de forma correta para que não se transforme em criadouros de mosquitos. Apesar de toda a ação realizada, durante essa semana, durante a limpeza, localizamos recipientes com água e larvas”, detalha.

Jundiaí não registra casos confirmados de dengue registrados neste ano. No ano passado, são seis casos confirmados (três autóctones e três importados), num total de 385 suspeitos. Número ainda inferior ao registrado em 2017, quando foram registrados 10 casos positivos em 665 notificações. Para manter a população informada sobre os casos, a Prefeitura de Jundiaí disponibiliza o Boletim Epidemiológico atualizado semanalmente.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2019/01/10/arboviroses-acao-de-bloqueio-no-sao-camilo-faz-limpeza-em-vielas/