Programa Saúde na Escola amplia atendimento para 10,7 mil alunos

Publicada em 18/03/2019 às 17:17

O trabalho multiplataforma desenvolvido pelas Unidades de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) e Educação (UGE), denominado “Programa Saúde na Escola” (PSE), que tem como objetivo levar a temática saúde e as ações para promover a melhoria de qualidade de vida para as salas de aula, amplia a base de atuação, alcançando 10,7 mil alunos em 40 Escolas Municipais de Educação Básica (Emebs). A definição das unidades escolares foi feita com base em indicativos escolares e a região de atendimento.

Alunos estão em frente a espelho escovando os dentes

Davi Lima Blotta, 3 anos, aprendeu a escovar os dentes para se proteger das cáries

Em 2017 foram 22 escolas, com aproximadamente 9 mil alunos atendidos. Neste ano, serão 40 escolas, sendo oito de Ensino Fundamental e 32 de Ensino Infantil I e II, atingindo 10.739 educandos. “O Programa Saúde na Escola faz parte de iniciativas preconizadas pelo Ministério da Saúde (MS) e conta com ações de prevenção em saúde bucal, verificação de situação vacinal, promoção de práticas corporais, atividade física e lazer, promoção da segurança alimentar e nutricional e da alimentação saudável, que também engloba o combate à obesidade. Com as iniciativas feitas no ambiente escolar, agregamos as unidades para o cuidado integral das necessidades das crianças”, analisa o gestor da UGPS, Tiago Texera. Ainda fazem parte das ações do programa ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, promoção de cultura da paz, cidadania e direitos humanos, promoção de saúde auditiva e saúde ocular.

Para a gestora da UGE, Vasti Marques, a ampliação das atividades do PSE garantem melhor qualidade de vida para as gerações futuras. “A partir das ações que são realizadas na escola, são observadas as necessidades de cada criança. Em caso de identificação de alguma alteração, são encaminhadas para a Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência para que sejam atendidas. O bom desenvolvimento educacional das crianças está diretamente ligado à saúde do indivíduo. Por isso, a ampliação do programa para mais unidades faz parte das ações do Programa Escola Inovadora”, detalha.

Mulher auxilia criança a escovar os dentes

Helena Pereira Fernandes Bueno faz a escovação sempre após as refeições

Cronograma
Com escala estabelecida para o desenvolvimento de ações ao longo do ano, as Emebs passam, neste primeiro semestre, por ações de avaliação odontológica e atividades de educação para saúde bucal, com atividades diretas com as crianças e também com os servidores das unidades. “As cáries, por exemplo, prejudicam no desenvolvimento das crianças. O controle é simples e feito com a higiene adequada e controle dos açúcares. A unidade trabalha com a alimentação saudável e a orientação para a escovação, já que temos crianças de 4 meses a menores que 4 anos”, detalha diretora da Emeb Brígida Gatto Rodrigues, Cláudia de Oliveira Campos Souza.

O pequeno Davi Lima Blotta, 3 anos, já aprendeu a escovar os dentes. “Eu escovo os dentes na escola e em casa para ficar com os dentes limpinhos”, comentou o menino, que tem o acompanhamento das agentes de desenvolvimento infantil para a correta higienização.

A colega Helena Pereira Fernandes Bueno também sabe que é importante escovar os dentes. Para incentivar a autonomia e o desenvolvimento do hábito, a menina é acompanhada e orientada pelas agentes para as primeiras escovações. “Eu sei escovar os dentes”, conta  a menina.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2019/03/18/programa-saude-na-escola-amplia-atendimento-para-107-mil-alunos/