Educação leva crianças e pais ao Vale Verde

Publicada em 18/06/2019 às 18:18

Alunos do G3 (de três anos de idade) da Emeb Abigahil Borim tiveram uma manhã diferente nesta terça-feira (18). Em vez da sala de aula da creche no Eloy Chaves, os 15 alunos da professora Cibele Rizzato, acompanhados de seus pais ou responsáveis, visitaram o Vale Verde, por meio de iniciativa da Unidade de Gestão de Educação (UGE), onde reforçaram o aprendizado já feito na unidade escolar sobre alimentação saudável e conheceram os canteiros de onde saem as verduras e legumes das merendas de mais de 150 escolas de Jundiaí, 111 delas municipais (atingindo cerca de 37 mil alunos) e as demais estaduais. A iniciativa está atrelada às ações do programa Escola Inovadora, da Prefeitura de Jundiaí.

Tatiane Maggi acompanhou o filho Lorenzo, que fará quatro anos em agosto, e ficou encantada com as dimensões do Vale Verde. “O Lorenzo sempre teve contato com a alimentação orgânica, pois meu pai tem uma roça de verduras e legumes. Mas o incentivo da escola é essencial, pois aguça o paladar dos pequenos e permite que eles aprofundem o conhecimento sobre as propriedades nutricionais”.

Crianças e adultos em campo

Crianças e adultos acompanharam as explicações dos gestores ambientais e pedagógicos do Vale Verde

Já na casa da família Rodrigues, só podia tomate como salada e outros legumes entravam no prato desde que escondidos. Mas desde que outro Lorenzo, filho da Ludmila, começou a frequentar a escola, chegam até pedidos para que haja cenouras e chuchus na refeição. “Sempre houve o incentivo pela alimentação saudável em casa, mas na escola, por ver a professora explicando e os amiguinhos comendo, ele pegou até gosto”.

O Vale Verde é uma horta orgânica certificada, inclusive pela Organização Internacional de Agropecuária (OIA), e conta com 15 mil metros quadrados para plantio, com projeção de crescimento. O espaço também recebe visitas monitoradas de alunos da rede municipal de ensino, que aprendem sobre técnicas de plantio, nomes das plantas, propriedades nutricionais e receitas. O assunto, que já é tratado em sala de aula, inclusive na promoção de saúde, no enfrentamento à obesidade infantil e nas atividades práticas em horta escolar, presente em 79 unidades. A

Além da produção robusta de verduras e legumes, como berinjelas, quiabos, couves, pimentões, tomates e nabos, o Vale Verde distribui mais de 2,5 mil pés diários de alface de diversas variedades, para as 75 mil refeições servidas diariamente.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2019/06/18/educacao-leva-criancas-e-pais-ao-vale-verde/
Leia mais sobre ,