Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

Prefeitura terá equipe para atender emergências

Publicada em 14/01/2013 às 14:44

O prefeito Pedro Bigardi convocou na manhã desta sexta-feira (11), reunião com o coordenador da Defesa Civil, cel. Eduardo Luiz Carbonari, para avaliar a situação das chuvas nos dois últimos dias. Entre quarta (9) e quinta-feira (10), o índice pluviométrico atingiu 104 milímetros, quando o normal seria de até 80 ml. Por segurança, os setores que atuam em caso de emergências da prefeitura entraram em estado de alerta. Na cidade, quatro bairros são considerados de risco: São Camilo, Jardim Tamoio, Sorocabana e Jardim das Tulipas.

Leia também
Defesa Civil se une a moradores para ações imediatas
Estado de alerta máximo em razão das chuvas

Jundiaí está em prontidão para atuar em caso de emergência em caso de situações de calamidade

Jundiaí está em prontidão para atuar em caso de emergência em caso de situações de calamidade

Para evitar surpresas com possíveis deslizamentos e inundações, o prefeito estendeu a convocação aos secretários Aguinaldo Leite (Serviços Públicos), Júnior Aprilanti (Obras), Rodrigo Mendes Pereira (Fumas), José Carlos Pires (Casa Civil), José Roberto Ferraz (Guarda Municipal) e também Thiers Marques, que trabalha na equipe da Defesa Civil. “A ideia é trabalhar com um grupo integrado avaliando as prioridades destas regiões. Iremos incluir representantes da DAE e da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social”, disse o prefeito.

O coordenador da Defesa Civil traçou um panorama do atual cenário do órgão e também da situação em que a cidade se encontra. “Tivemos também um alerta na região do Caxambu. Os moradores ficaram preocupados com um possível transbordamento da lagoa, mas nada ocorreu. Toda a equipe está de prontidão e temos o apoio da Guarda Municipal, Polícia Militar, Civil e Bombeiros”, comentou.

Curto prazo
Para que as ações não aconteçam apenas nos meses de chuva (dezembro, janeiro, fevereiro e março), o prefeito solicitou ao grupo que um plano de curto prazo seja colocado em prática, principalmente nas áreas que sofrem com inundações. O foco é o desassoreamento de córregos e a limpeza das 37 mil bocas de lobo, além de outras intervenções para evitar transtornos à população.

Integração
O prefeito orientou a formação de uma equipe envolvendo um participante de cada Secretaria Municipal para dar suporte em caso de incidentes. “Este grupo será reunido imediatamente para traçar a estratégia de atendimento às possíveis vítimas. Terá um representante de cada pasta indicada e será coordenado pela cel. Carbonari e sua equipe. Trabalharemos de forma integrada”, frisou o prefeito.

Panorama
A situação em Jundiaí em caso de chuvas fortes está distribuída em dois cenários: enchentes e desmoronamentos. Os bairros Jardim das Tulipas e Sorocabana sofrem com as inundações, enquanto o São Camilo e Jardim Tamoio, com possíveis deslizamentos. As demais regiões também estão sendo monitoradas pela Defesa Civil.

Raio X
Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no último Censo em 2010, o número de moradores no Jardim das Tulipas é de 5.354 pessoas; São Camilo 11.664; e Jardim Tamoio 11.920. O Sorocabana não aparece na amostragem. Na Fumas (Fundação Municipal de Ação Social) o registro é feito por famílias que moram em submoradias: São Camilo 1.960; Jardim Tamoio 200; e Sorocabana 480. O Jardim das Tulipas não faz parte deste cadastro.

Foto: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2013/01/14/prefeitura-tera-equipe-integrada-para-atender-emergencias/

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original