Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

Discussão do Sistema Único do Trabalho chega a Jundiaí

Publicada em 26/11/2014 às 15:20

Numa iniciativa da Coordenadoria do Trabalho, Emprego e Renda e apoio da Secretaria de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia, Jundiaí sediou, na manhã desta quarta-feira (26), na Câmara Municipal, um importante debate sobre o Sistema Único do Trabalho (SUT). A proposta está sendo elaborada por um grupo de trabalho criado por portaria do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), com contribuições de servidores do Ministério, de representantes do Fórum Nacional de Secretarias Estaduais do Trabalho (Fonset), de municípios, representantes de trabalhadores e empregadores e da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

As relações do coordenador do Trabalho, Emprego e Renda de Jundiaí, Victor Machado, com dois integrantes desse grupo de trabalho, por conta de parcerias em outras iniciativas, possibilitaram que Artur Henrique, secretário do Trabalho de São Paulo, e Marcelo Lucas, secretário do Trabalho de Mauá, viessem a Jundiaí para expor o projeto a uma plateia formada por pessoas ligadas aos movimentos trabalhistas – como sindicalistas, coordenadores das cidades da Aglomeração Urbana de Jundiaí e outros interessados.

LEIA TAMBÉM
Prefeito recebe diretor da Pilot Pen Brasil
Equador conhece o case de Jundiaí sobre resíduos
2º Encontro Paulista de Escolas de Governo será nesta quinta (27)

Convidados falaram sobre as propostas do SUT

Convidados falaram sobre as propostas do SUT

“A intenção foi promover uma discussão mais enriquecida sobre esse tema, que acaba refletindo diretamente na vida do trabalhador brasileiro”, disse o coordenador. Segundo ele, a presença de dois integrantes da comissão que atua na construção do SUT é mais do que oportuna para uma melhor compreensão do que está sendo proposto em nível nacional.

Ações
Temas relacionados com a concessão de benefícios, a intermediação de mão de obra, a orientação profissional, a aprendizagem, as ações vinculadas à inspeção do trabalho, a mediação de conflitos e registros de empresas e sindicatos e a Economia Solidária estão entre as ações e serviços que comporão o Sistema. “O Sistema Único do Trabalhado não revoga nada do que já existe em termos de legislação, mas possibilita a padronização dos procedimentos, com a integração de todas as ações e serviços no mundo do trabalho”, aponta Marcelo Lucas.

Para Arthur Henrique, o SUT vai ainda fortalecer as comissões municipais de emprego, “dando a elas papel fundamental na sociedade, com a discussão de empregos futuros”. Ele também alertou para o fato de apenas 60% dos 5.570 municípios brasileiros possuírem uma Secretaria do Trabalho. Como consequência, o trabalhador fica refém da omissão. “As melhores vagas de empregos não estão sendo colocadas no mercado”, denunciou.

O presidente da Câmara Municipal, Gerson Sartori, participou da abertura dos trabalhos e disse que Jundiaí só tem a ganhar com a realização desse debate. “O movimento trabalhista em nossa cidade é muito forte, com uma expressiva contribuição do meio sindical e não podemos ficar de fora da discussão de uma proposta tão importante”, considerou.

Movimento trabalhista acompanhou o debate

Movimento trabalhista acompanhou o debate

Alcir de Oliveira
Fotos: Fotógrafos PJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2014/11/26/discussao-do-sistema-unico-do-trabalho-chega-a-jundiai/