Palestra gratuita trata de conservação de construções antigas

Publicada em 21/01/2015 às 14:56

Um dos nomes mais respeitados no setor de patrimônio no Brasil, o conservador e restaurador Toninho Sarasá, que cuida do projeto de conservação e zeladoria da Ponte Torta, em Jundiaí, faz uma palestra nesta sexta-feira (23), às 14h, no auditório da Biblioteca Municipal do Complexo Argos. Aberta a todos os interessados, vai trazer exemplos de trabalhos que lembram roteiros de aventuras como a pesquisa das múmias do Museu de Arte Sacra de São Paulo ou a descoberta de ruínas durante trabalhos em Santana do Parnaíba.

De acordo com o Estúdio Sarasá, parceiro do projeto da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, “será abordada a exposição quanto à conservação preventiva do patrimônio edificado, a importância da manutenção e o zelo“, diz a nota.

CONFIRA O SITE DA PONTE TORTA

LEIA TAMBÉM
Para arqueóloga, Jundiaí pode ocultar milhares de anos
Evento mostra segredos da Ponte Torta no Novo Horizonte

O especialista Toninho Sarasá é o convidado da palestra desta sexta

O especialista Toninho Sarasá é o convidado da palestra desta sexta

Entre outras coisas, ele vai mostrar a importância de se entender as técnicas usadas originalmente para cuidar bem de construções antigas. É o caso de evitar erros como usar tintas sintéticas no lugar do cal em edificações de taipa ou tijolo antigo, que acabam impedindo a “respiração” da estrutura. Essas e outras dicas farão parte da palestra, em formato de bate-papo com as pessoas.

As ações do projeto visam reforçar uma visão prática para grupos de técnicos, de estudantes e de moradores preocupados com o patrimônio de uma cidade que completa neste ano os seus 360 anos de existência oficial. De acordo com a secretária Daniela da Camara Sutti, essa formação do conceito de “zeladoria” é importante para as políticas públicas.

Além de ser filho do lendário Gerardo Martin Sarasá, o palestrante é membro da Associação Paulista de Conservadores e Restauradores e participou do Congresso de Ouro Preto, em 1996, considerado como referência para o setor no país. E ele também integra um grupo de estudos dessa área sobre metodologias modernas e seguras de restauração do patrimônio histórico.

José Arnaldo de Oliveira
Foto: Arquivo PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2015/01/21/palestra-trata-de-conservacao-de-construcoes-antigas/