Jundiaí se mobiliza para o ‘Município Verde e Azul’

Publicada em 11/08/2015 às 17:55

 O encontro foi realizado na sala de situação do Paço Municipal

O encontro foi realizado na sala de situação do Paço Municipal

A Prefeitura de Jundiaí promoveu nessa terça-feira (11) uma palestra sobre os preparativos finais para adequação à edição 2015 do programa estadual Município Verde e Azul. Os principais critérios de elegibilidade foram tratados por representantes das secretarias de Planejamento e Meio Ambiente, Transportes, Educação, Serviços Públicos, Obras, Agricultura, Abastecimento e Turismo, da Fundação Municipal de Ação Social (Fumas) e da empresa municipal de saneamento DAE.

“Esse cuidado com o meio ambiente é uma determinação direta do prefeito Pedro Bigardi e continuamos analisando formas de avançar com a sustentabilidade no município”, afirmou a secretária de Planejamento e Meio Ambiente, Daniela da Camara Sutti. Entre os participantes estiveram ainda os secretários: de Educação, José Renato Polli; e de Transportes, Wilson Folgosi, além do superintendente da Fumas, Waldemar Foelkel, e de diretores setoriais.

LEIA TAMBÉM
Cobema faz castração de 250 animais em mutirão
Plano Diretor Participativo ajusta critérios para 2º Fórum
Projetos propõem mais vida no Centro Histórico de Jundiaí

Em 2013, as medidas adotadas pela Prefeitura de Jundiaí alcançaram um inédito terceiro lugar estadual e também o Prêmio Franco Montoro como melhor colocado na unidade de gerenciamento de recursos hídricos da Bacia do Piracicaba, Capivari e Jundiaí. Desde 2007, quando o programa foi criado, a melhor colocação atingida pela cidade tinha sido um 27º lugar, em 2012. Dois anos antes, Jundiaí amargou a 311ª posição.

As linhas abordadas no programa, que receberá os relatórios municipais no dia 30 de setembro, são chamadas de diretivas. De forma geral, são elas: o esgoto tratado, os resíduos sólidos, a biodiversidade, a arborização urbana, a educação ambiental, a cidade sustentável, a gestão das águas, a qualidade do ar, a estrutura ambiental e o conselho ambiental.

Apesar de avanços implementados pelo prefeito Pedro Bigardi como o subsídio de seguro agrícola para produtores de uva, a renovação técnica da área de resíduos, os reforços de monitoramento da Serra do Japi e o debate participativo do Plano Diretor (e outros planos), por exemplo, a reunião mostrou preocupação com a “importação de poluentes” no setor de qualidade do ar por causa das rodovias e da proximidade da região metropolitana. Esses e outros aspectos foram abordados na palestra.

O encontro faz parte do processo previsto no Município Verde e Azul, que tem entre seus objetivos fortalecer os planejamentos ambientais, descentralizar a agenda ambiental paulista e avaliar o empenho dos municípios diante das diretivas. A equipe da coordenação local esteve presente com o diretor de meio ambiente, Flávio Gramolelli Júnior, e as técnicas Maria Helena de Souza Tiraboschi e Luciana Maretti.

Serra do Japi (foto) é símbolo ambiental mas análise abrange várias diretivas

Serra do Japi (foto) é símbolo ambiental mas análise abrange várias diretivas

José Arnaldo de Oliveira
Fotos: Dorival Pinheiro Filho e Arquivo PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2015/08/11/jundiai-se-mobiliza-para-o-municipio-verde-e-azul/