‘Cadastro digital’ da GM é aliado do serviço de inteligência

Publicada em 13/08/2015 às 16:01

Os números expressivos alcançados no mês de julho em operações conjuntas realizadas em terminais de ônibus, praças, feiras e pancadões de Jundiaí estão ligados diretamente ao sistema de cadastro de pessoas averiguadas sob suspeita de praticar irregularidades.

De acordo com o subcomandante da Guarda Municipal e responsável pela Divisão Florestal, Paulo Vicente Soares, a obrigatoriedade de passar informações pessoais aos guardas no instante da abordagem inibe futuras ações.

LEIA TAMBÉM
GGIM discute ações integradas em terminais de ônibus
Órgãos ambientais se unem para prevenir incêndios na Serra
Curso de primeiros socorros da Cruz Vermelha termina quinta (13)

 Subcomandante Soares falou sobre sucesso das operações conjuntas

Subcomandante Soares falou sobre sucesso das operações conjuntas

“Nos casos de ambulantes que atuam em terminais de ônibus, por exemplo, sabemos que a maioria mora em cidades vizinhas. Temos este conhecimento graças ao cadastro”, diz Soares.

O subcomandante da GM de Jundiaí abriu o 7° encontro do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), nessa quarta-feira (12), na Sala de Situação do Paço Municipal.

Diante de representantes de secretarias, forças de segurança, entidades e órgãos, que trabalham de maneira integrada, Soares elogiou os resultados das ações, revelou o saldo de 313 abordagens e 20 apreensões só no mês de julho e anunciou a continuidade da força-tarefa nos pontos definidos como preocupantes.

“Vamos manter o trabalho para garantir tranquilidade às pessoas que transitam pelos terminais rumo ao trabalho, escola e cidadãos que simplesmente estejam de passagem no vaivém para casa”, lembra Soares.

As operações contam com a participação da Guarda Municipal, agentes de fiscalização do Comércio, ligados à Secretaria de Finanças, fiscais da Secretaria de Transportes e de empresas concessionárias do transporte urbano, além de representantes do Conselho Tutelar e Comissário de Menores, com suporte das polícias Civil e Militar.

Cadastro
O chamado cadastro digital da GM de Jundiaí é uma ferramenta importante para a ampliar o trabalho do Centro Regional de Inteligência e Monitoramento (Crim), que engloba outros 10 municípios, entre eles Louveira (único da Aglomeração Urbana de Jundiaí), Vinhedo, Limeira, Jaguariúna, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Nova Odessa, Artur Nogueira e Monte Mor.

As informações alimentam o banco de dados com fotografias, características físicas dos suspeitos de qualquer categoria de delito, placas de veículos, endereços, filiações e ligações com supostos comparsas.

Todo esse material colabora com a investigação das polícias Civil, Militar e outras forças de segurança para que a resposta à comunidade seja dada de forma rápida e eficaz. O trabalho também é um responsável importante para a queda da criminalidade comprovada pelos números disponibilizados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo.

Ivan Lopes
Foto: Paulo Grégio


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2015/08/13/cadastro-digital-da-gm-e-aliado-do-servico-de-inteligencia/