Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

Habitação de qualidade para todos é discutida em Fórum

Publicada em 31/10/2014 às 18:40

Como levar à população de baixa renda habitação de qualidade, com direito a assessoria de arquitetos? Foi para discutir essa e outras questões relacionadas à lei 1188, de 2008, que assegura o direito dessas famílias à assistência técnica gratuita e à moradia digna, que o 1º Fórum de Habitação de Interesse Social foi realizado nesta sexta-feira (31), na Unip.

Organizado pela Fundação Municipal de Ação Social (Fumas), em parceria com o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB) do Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ), o evento recebeu engenheiros, arquitetos e estudantes. Além disso, contou com a presença do prefeito Pedro Bigardi, que destacou que o município tem avançado na questão de habitação e falou sobre o tema central do fórum. “Não se faz habitação social desvinculada da vida da cidade. Tudo tem de estar integrado ao planejamento. Não é apenas construir uma casa, é dar estrutura para quem vai morar ali.”

LEIA TAMBÉM
São Camilo terá a 1ª Feira de Profissões no sábado (1º)

Na reurbanização da Vila Ana, oportunidades de crescimento

O prefeito lembrou o que está sendo feito com relação à habitação na cidade

Como exemplo, ele citou as 1088 unidades habitacionais em construção no Jardim Novo Horizonte. “O bairro vai ganhar duas escolas e uma unidade do programa Saúde da Família. Além disso, haverá abertura de ruas”, explicou o chefe do Executivo. Segundo ele, o papel dos técnicos da área de arquitetura é essencial na construção de habitação de interesse social. “Dá qualidade ao trabalho.”

Segundo o superintendente da Fumas, Rodrigo Mendes Pereira, a Fundação já tem uma relação muito próxima com o IAB, que participa do Conselho Municipal de Habitação e conta com representação no Conselho do Plano Diretor. “Essa parceria nos ajuda a articular o trabalho de habitação de interesse social com interesse urbano.”

Por conta disso, apesar de a Fumas já ter o Programa de Planta e Interesse Social, existe a intenção de estender o programa para que profissionais de Jundiaí possam atuar junto ao público formado pelas famílias de baixa renda. Para que essa colaboração seja possível, já estão em estudo pelo departamento jurídico da Fumas convênios com o IAB e Associação dos Engenheiros de Jundiaí.

Segundo a arquiteta presidente do IAB-AUJ, Rosana Ferrari, com essa parceria, Jundiaí se torna um dos primeiros municípios do Brasil a colocar em prática a Lei 1188. “O benefício será enorme ao município, que terá um trabalho de qualidade, e à população, que não tem acesso ao trabalho desses profissionais.”

Entre os palestrantes estava João Withaker

João Withaker falou sobre a questão urbana no Brasil e os desafios para os arquitetos com os arquitetos e urbanistas; Claudia Pires abordou a ‘Assistência como política pública de desenvolvimento: uma experiência de Minas Gerais’; e Luiz Fernando de Almeida Freitas, com ‘Assistência técnica, os desafios do arquiteto no contexto da questão urbana no Brasil e a produção de Habitação de Interesse Social como arquitetura de qualidade’.

Luana Dias
Foto: Cleber de Almeida

Assista à reportagem da TVE Jundiaí


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2014/10/31/habitacao-de-qualidade-para-todos-e-discutida-em-forum/