Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

Palestrante faz avaliação e aponta desafios da Assistência Social

Publicada em 30/07/2015 às 15:02

Um diagnóstico dos dez anos do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e os desafios para os próximos dez foram traçados pela assistente social e professora da Puc-SP, Aldaíza Sposati, na palestra “Consolidação do Suas”, na noite dessa quarta-feira (29), no auditório Elis Regina, no Complexo Argos, para uma plateia formada por representantes da Assistência Social na cidade.

O evento antecipa a programação da 10ª Conferência Municipal da Assistência Social, nos dias 5 e 6 de agosto, organizada pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Semads) e Conselho Municipal de Assistência Social, com o tema “Pacto Republicano no SUAS 2026: O SUAS que temos e o SUAS que queremos”.

LEIA TAMBÉM
Jundiaí se prepara para a Semana do Bebê
Serviço Família Acolhedora realiza capacitação
Imprensa vai ter lista de beneficiários do Bolsa Família

Em palestra, professora Aldaíza Sposati deu uma verdadeira aula sobre Assistência Social

Em palestra, professora Aldaíza Sposati deu uma verdadeira aula sobre Assistência Social

Referência em Assistência Social no País, a professora Aldaíza Sposati deu uma aula sobre o Suas, que teve início em 2005 e este ano completa 10 anos. “Neste período, muita coisa aconteceu, o sistema adquiriu maturidade, mas ainda tem muitos desafios pela frente. Estamos em um processo histórico, construindo horizontes para a nova geração de trabalhadores desta política pública”, disse.

Segundo Aldaíza, o Suas está em um momento de redirecionamento para ser mais incisivo como política pública e direitos de cidadania. “Desta conferência vamos tirar as deliberações para que o Suas se consolide para as realidades da cidade, do Estado e do País.”

Professora Aldaíza foi recepcionada por representantes da Assistência Social do município

Professora Aldaíza foi recepcionada por representantes da Assistência Social do município

O vice-prefeito, Durval Orlato, que representou o prefeito Pedro Bigardi, destacou a importância da conferência. “A proposta é fazer um diagnóstico para saber onde estamos e aonde queremos chegar e a conferência é importante para o planejamento dos próximos dez anos”, apontou.

Para a secretária da Semads, Rita de Cássia Angarten Marchiori, foi um privilégio contar com uma palestrante do gabarito da professora Aldaíza para debater um tema tão desafiador. “Este é o momento de rever a história e projetar os próximos dez anos do sistema e contar com a experiência da professora Aldaíza é um privilégio”, destacou.

Rita falou sobre o processo de construção da conferência, que se iniciou nas unidades do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), debatendo demandas com os usuários. “Nos reunimos com as pessoas e conversamos sobre as perspectivas e desafios da Assistência Social e as propostas serão debatidas na conferência.”

A secretária da Semads também destacou a participação da comunidade. “Este ano tivermos o maior número de inscritos em dez anos, foram 250 pessoas, o que nos deixa muito alegre, pois significa que as pessoas querem discutir a Assistência Social.”

Representando a Câmara Municipal, a vereadora Marilena Negro, que é assistente social, ressaltou a mobilização do segmento. “Quando vemos essa mobilização dos agentes da Assistência Social, temos de legitimar e aplaudir.”

Segundo a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social e diretora de Proteção Especial da Semads, Joana de Cássia Prudêncio, a conferência tem o importante papel de traçar o futuro do Suas. “A proposta é avaliar o que conseguimos avançar do que foi deliberado em 2005 e planejar os próximos dez com base nas diretrizes tiradas na conferência deste ano.”

Representante dos usuários no Conselho, André Santos dos Anjos, destacou a importância da participação dos usuários no debate do Suas. “A expectativa em relação à conferência é que sejam pactuados novos trabalhos e cada vez mais o cidadão se empodere de seus direitos e deveres.”

A educadora social e representante do Fórum dos Trabalhadores da Assistência Social, Edilaine Cardoso, salientou a importância da consolidação das políticas públicas da área. “Há dez anos conseguimos organizar o sistema e o desafio agora para o governo e para os trabalhadores é sustentar e ter recursos para isso.”

Durante a conferência municipal serão discutidos temas dentro de eixos específicos, como a dignidade humana e justiça social; participação social como fundamento do SUAS; primazia da responsabilidade do Estado; qualificação do trabalho no SUAS; e assistência social é direito.

Viviane Rodrigues
Fotos: Dorival Pinheiro Filho


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2015/07/30/palestrante-faz-avaliacao-e-aponta-desafios-da-assistencia-social/

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original