São Camilo: ecoponto e novas linhas de ônibus são tema de reunião

Publicada em 20/08/2015 às 17:02
Fumas esclareceu que conversas são frequentes com a comunidade

Fumas esclareceu que conversas são frequentes com a comunidade

A população do Jardim São Camilo lotou a Escola Maria José Maia de Toledo na noite dessa quarta-feira (19) para o Bate-Papo com a Fundação Municipal de Ação Social (Fumas), que contou com representantes das secretarias de Serviços Públicos e Transportes.

A proposta do encontro foi esclarecer informações importantes aos moradores do bairro, que passa por processo de reurbanização. Entre as principais dúvidas estavam questões relacionadas às linhas de ônibus que circularão na avenida Giustiniano Borin, onde estão em construção 400 unidades habitacionais com entrega prevista para o final deste ano.

A região dos apartamentos conta hoje com uma linha de ônibus que circula em horários específicos, por conta da escola Sesi. No entanto, de acordo com o representante da diretoria de transportes, Gerson Meleiro Nunes, já está em andamento um estudo para avaliar se uma nova linha será criada ou se as que hoje atendem ao São Camilo (513 Vila Arens e 720 Central) serão modificadas. A população será comunicada dessas mudanças antes da ida para a casa nova.

LEIA TAMBÉM
Contrapartida garante obras viárias da Nove de Julho
Escolas em construção no Vetor Oeste são vistoriadas
Moradores da Vila Marlene são recebidos por chefe de Gabinete

Já o diretor da Secretaria de Serviços Públicos, Lucas Aparecido Rodrigues, explicou que há um projeto para a instalação de um ecoponto para o São Camilo na rua José Maria Whitaker. Com o espaço, será possível realizar o descarte de pequenas quantidades de entulho, já que o bairro conta com vários pontos viciados, no qual a prática, considera crime ambiental, é realizada.

A população conferiu um vídeo que mostra o destino do entulho recolhido na cidade: o Centro de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (Geresol), onde chegam 250 caçambas de entulho diariamente.

São 17 mil toneladas desse resíduo geradas por mês na cidade e isso é reciclado e reaproveitado em obras do município. “Temos feito mutirões em vários bairros para recolher esse tipo de material e o São Camilo é um deles”, disse Lucas.

Serviços Públicos levou informações sobre Ecoponto

Serviços Públicos levou informações sobre Ecoponto

De acordo com a diretora de Ação Social da Fumas, Lucelena Rodrigues, o objetivo desses encontros é estabelecer uma relação entre poder público e comunidade. “Como há um processo de mudança no bairro, a população fica ansiosa por informações. Por isso, temos essa preocupação.”

Esse é o segundo Bate-Papo que a Fundação realiza no bairro. No entanto, o contato com a comunidade foi iniciado em 2013, com reuniões de grupos de trabalho da habitação. Além disso, ocorreram círculos de diálogo nos quais outras secretarias foram convidadas para falar com os moradores. “A ideia é também prepará-los para a mudança. Essas reuniões serão realizadas com frequência”, esclareceu a diretora de habitação, Ana Célia Rodrigues.

O vereador José Dias, morador do bairro, também participou do encontro.

População
O papo foi bem recebido pelos moradores. Para o membro da Associação de Moradores do Jardim São Camilo, Valdemar Fermino Medeiros, a conversa foi esclarecedora. “Todos nós precisamos saber quais os rumos que o bairro vai tomar com todo esse processo.”

Assim como ele, Wilson Henrique Silva, da Associação de Moradores da Comunidade São Camilo, as reuniões deixam os moradores mais tranquilos. “Infelizmente, muitos boatos surgem. A presença da Fumas no bairro é importante para que possamos saber o que de fato está em andamento.”

A Fumas está no bairro semanalmente, com plantões para atender dúvidas sobre a reurbanização na Unidade Básica de Saúde do bairro, na rua Pedro Ravanhani, 298. O atendimento é sempre de terça-feira, das 13h30 às 15h30.

Luana Dias
Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2015/08/20/sao-camilo-ecoponto-e-novas-linhas-de-onibus-sao-tema-de-reuniao/