1º de janeiro: fluxo tranquilo marca atendimento na UPA Vetor Oeste

Publicada em 01/01/2019 às 13:45

UPA Vetor Oeste realiza, em média, 280 atendimentos por dia

Sem qualquer interrupção no atendimento, – quesito primado pela Prefeitura de Jundiaí -, foi realizada, neste dia 1 de janeiro, a transição da administração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vetor Oeste para a Organização Social de Saúde (OSS) Fênix do Brasil. Com atendimento médio de 280 pessoas por dia de um total de 7 mil em um mês de funcionamento, o equipamento garante assistência completa em urgência e emergência para mais de 140 mil vidas de toda a região Oeste, inclusive com ofertas de exames e leitos para observação e estabilização.

LEIA TAMBÉM
Atendimento da UPA não será interrompido para transição

“Garantir que a população não sofresse qualquer desassistência foi ponto pacífico durante todo o processo de transição entre as OSSs Gamp e Fênix do Brasil, primeira e segunda colocadas pelo edital de seleção para a administração do equipamento 24h. A rescisão amigável e a transição ocorreram embasadas pela legislação vigente. A UPA Vetor Oeste é um serviço de excelência que garante acesso aos cuidados em saúde próximo da residência daquela população, que mora distante do centro. A transição foi monitorada pela equipe técnica da Prefeitura e da Comissão Técnica de Avaliação do Contrato de Gestão, que conta com um representante do Conselho Municipal de Saúde (Comus). Esse comitê permanece avaliando a prestação de serviço, para garantir o atendimento à população com ainda mais avanços na qualidade”, detalha o gestor da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS) Tiago Texera.

Fernanda Cristina Paes Francisco é moradora no Novo Horizonte 1 e mãe de Kimberly Francisco, 10 anos. A criança começou a apresentar febre e vômito no dia 31 de dezembro e foi levada pela mãe à UPA, por já ter ficado internada em caso anterior. “Ela começou a passar mal e por já ter sofrido com pneumonia, ter ficado internada em balcão de oxigênio, fiquei preocupada. Com a UPA perto de casa ficou muito melhor para a nossa população. Atendimento muito rápido”, comenta.

Marilene Meira é líder de vigilância patrimonial e trabalha no período da noite. De folga do trabalho, procurou o equipamento em busca de atendimento para uma dor na garganta. “Faço vigilância noturna patrimonial. Onde fico tem ar condicionado, mas quando saio para as rondas, o calor das noites provoca a irritação da garganta. Estou há dois dias assim. Tenho convênio, mas como moro aqui no Novo Horizonte, resolvi procurar o atendimento daqui. Estou muito satisfeita. As instalações são de primeiro mundo. Espero que a população reconheça e preserve esse bem, que serve para todos”, detalha.

Os casos englobam os 46 atendimentos registrados entre as nove primeiras horas desta terça-feira. A média diária registrada na UPA Vetor Oeste é de 280 pessoas, pouco abaixo da meta, que é de 300 atendimentos/dia. A princípio, a Fênix assume a gestão da UPA com os mesmos prestadores de serviços, quadro de funcionários e fornecedores. O valor mensal para pagamento pelos serviços de exames, atendimentos de urgência e emergência (9 mil consultas e 10 mil procedimentos) será mantido em R$ 1,3 milhão.

Assessoria de Imprensa

Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2019/01/01/1o-de-janeiro-fluxo-tranquilo-marca-atendimento-na-upa-vetor-oeste/