JORI 2019: Animação marca participação dos atletas

Publicada em 10/12/2019 às 15:03

A alegria da torcida pelos colegas é o combustível para os atletas dos Jogos Regionais do Idoso (JORI), que tem sua etapa final, da 23ª edição, sendo realizada pela Prefeitura de Jundiaí, entre os dias 8 a 12 de dezembro. Com atividades realizadas em vários Complexos Educacionais, Culturais e Esportivos (CECEs), Unidades de Apoio e outros espaços parceiros, os idosos acima de 60 anos esbanjam vitalidade nas competições das 14 modalidades chanceladas pela Secretaria de Estado de Esporte. Nesta terça-feira (10), além das competições em quadra, piscinas e tabuleiros, foi realizado workshop de dança e visitação ao Museu Ferroviário.

Competições de natação foram realizadas na piscina do Sesão (Sesi Élcio Guerrazzi)

Dona Iraci Casqueira, 76 anos, é integrante da equipe JORI do TIME Jundiaí e participa das provas de natação. “Eu comecei a nadar por necessidade de saúde. Fiz duas cirurgias na coluna e, na época, era nadar ou ficar numa cadeira de rodas. Resolvi nadar e hoje estou aqui, com saúde e 80 medalhas conquistadas com a natação”, explica a atleta de Jundiaí.

Maria de Lourdes Pereira dos Santos, 80 anos, chegou a nadar quando tinha 40 anos. Precisou parar e só retomou as atividades aos 70 anos. “Hoje tenho 80 anos. É uma vaidade conseguir realizar as atividades nessa idade. Para chegar aos treinos eu faço uso de três ônibus, para chegar da Agapeama até o Bolão, tudo sozinha. A minha independência vem do esporte”, garante a aposentada que ainda compete no atletismo.

O competidor com mais idade da equipe de Jundiaí, Milton Zimbon, 93 anos, participou das provas de natação costas e livre. “Eu fico muito feliz em participar da competição, que faz bem para a minha saúde e mente”, conta, logo após sair da piscina da unidade Sesi Élcio Guerrazzi, o Sesão, onde foram realizadas as provas de natação e vôlei adaptado, na manhã de terça-feira (10).

Animação

Animação dos torcedores nas arquibancadas motivas jogadores em quadra

 

Maria de Lourdes Pereira dos Santos, 80 anos, sai da Agapeama, onde mora, para treinar do Bolão

No banco de reservas do time de São Carlos de vôlei adaptado feminino, Valdeci Sales dos Santos, 72 anos, estava emocionada ao retornar para Jundiaí após 30 anos. “Morei aqui para estudar. A cidade está belíssima. Quase não reconheço os locais. A cidade está muito bem cuidada”, elogia a jogadora que é professora aposentada e não vive sem jogar voleibol. “Posso deixar de fazer qualquer coisa. Só não deixo de jogar vôlei adaptado. É a minha vida.”

Para aqueles que não estavam em quadra e não foram torcer para os colegas, a Unidade de Gestão de Esporte e Lazer (UGEL) e a Unidade de Gestão de Cultura realizaram workshop de dança na Sala dos Relógios, do Complexo Fepasa. Na sequência, os atletas e comissões técnicas participaram de visita monitorada pelo Museu Ferroviário. “A edição final dos JORI homenageia a ferrovia, que tanto fez pela cidade e todo o Estado de São Paulo. A visitação faz parte das atividades de recepção oferecidas pela cidade-sede”, explica a diretora de Esporte Educacional e Participação (DEEP), Márcia Pavan.

Workshop de dança foi realizado na Sala dos Relógios, no Complexo Fepasa

Assessoria de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2019/12/10/jori-2019-animacao-marca-participacao-dos-atletas/
Leia mais sobre ,

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original