Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

Gabinete de Riscos age rápido para conter estragos

Publicada em 09/01/2016 às 17:44

O trabalho da Prefeitura foi intenso desde a noite de sexta e seguiu neste sábado

O trabalho da Prefeitura foi intenso desde a noite de sexta e seguiu neste sábado

Numa resposta rápida e efetiva por parte do Gabinete de Gestão de Riscos, criado pela Prefeitura, os efeitos do temporal que atingiu a cidade no início da noite de sexta-feira (8) foram amenizados. Logo na manhã deste sábado (9) a população já vivia dentro da normalidade. O telefone 199 da Defesa Civil continua à disposição das pessoas.

Ao menos 50 pessoas que integram a força-tarefa se mantiveram nas ruas para o trabalho de rescaldo e para atender às solicitações dos moradores.

LEIA TAMBÉM
Defesa Civil vistoria áreas de risco
Plano Emergencial de Catástrofes é lançado em reunião do GGIM

Eles fizeram vistorias em áreas de risco, remoção de árvores, limpeza de galerias e a manutenção de semáforos, totalmente restabelecidos pela manhã.

Um balanço preliminar sobre as consequências do temporal foi divulgado na tarde deste sábado e mostrou que choveu no município 119,18mm em duas horas, sendo que situação mais crítica foi durante os 30 primeiros minutos da tempestade. Por conta do acumulado, a Defesa Civil do Estado decretou Estado de Atenção neste sábado pela manhã.

As equipes atenderam 31 ocorrências de queda de árvores, um destelhamento e 10 casas alagadas. As regiões mais atingidas foram Vila Progresso, Jardim Cica, Vianelo, Jardim Esplanada e Vila Ana.

Uma família da Vila Progresso foi retirada de casa depois que uma construção ao lado desabou sobre a residência. O próprio dono da obra ofereceu abrigo provisório para a família, que tem seis adultos e três crianças.

A secretaria de Serviços Públicos informou que os pontos de alagamento registrados entre o final da tarde e início da noite de sexta-feira (8) não foram provocados pelo entupimento de bueiros e galerias, mas sim pelo excesso de água. O Córrego Guapeva e o Rio Jundiai não suportaram a demanda, o que provocou o refluxo de água nas ruas.

Equipes seguiram de prontidão no sábado pela manhã

Equipes seguiram de prontidão no sábado pela manhã

A secretaria informa que o trabalho de limpeza das galeras foi feito preventivamente pelas equipes, com a utilização do caminhão lava-jato, antes da chegada do período das chuvas, o que provocou o rápido escoamento do volume de água na sexta-feira, evitando transtornos ainda maiores.

Equipes trabalharam durante toda a noite para atenuar as consequências da chuva e continuaram de prontidão para qualquer eventualidade. A ação foi rápida, principalmente, no que diz respeito à retirada de árvores e lixo. Pede-se à população para que não jogue lixo em bueiros e galerias para evitar o acúmulo ainda maior de água.

O Gabinete de Gestão de Riscos reúne a Defesa Civil, Secretarias de Serviço Públicos, Comunicação Social, Saúde, Transportes, Obras, Educação, Esportes e Lazer, Assistência e Desenvolvimento mento Social (Semads), Fumas, Guarda Municipal, DAE e Corpo de Bombeiros.

Ivan Lopes
Fotos: Fotógrafos PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2016/01/09/gabinete-de-riscos-age-rapido-para-conter-estragos/

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original