Em observância ao período eleitoral, este canal mantém estático conteúdos anteriores à data 15/08, sendo atualizado somente por matérias relacionadas ao combate à Covid-19, ou de urgência social.

Diversidade de ações culturais é marco de Jundiaí em 2015

Publicada em 30/12/2015 às 17:15

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura, se empenhou em uma série de atividades e programas de fomento cultural ao longo de 2015. Além das tradicionais Festa da Uva, Carnaval e Feira da Amizade, que juntas atraíram um público de 220 mil pessoas, novas iniciativas invadiram as praças, bairros, escolas e demais espaços públicos de maneira acessível.

No Teatro Polytheama, a vasta programação ganhou inúmeras apresentações com entradas gratuitas ou com valores populares. Foram 226 eventos, que alcançaram um público de mais de 65 mil pessoas, até outubro.

A Orquestra Municipal de Jundiaí realizou nove concertos e conquistou um público estimado de sete mil espectadores. As parcerias musicais dentro do programa trouxeram ao grupo uma identidade ímpar na mescla de gêneros, que intercalam a música erudita e a popular na maioria das apresentações. A participação no 46º Festival de Inverno de Campos do Jordão foi alvo de elogios por parte dos organizadores.

LEIA TAMBÉM
Preparativos da 33ª Festa da Uva e 4ª Expo Vinhos não param
Com apoio da Prefeitura, Festa da Virada agita Jardim do Lago
Audiência pública em janeiro vai discutir registro de bens imateriais

Em 2015, a Virada Jundiaí recebeu novo formato com maior número de artistas da região

Em 2015, a Virada Jundiaí recebeu novo formato com maior número de artistas da região

A Companhia de Teatro de Jundiaí encantou plateias, que superaram de 30 mil pessoas nesta temporada, que com 80 apresentações do espetáculo “Senhor Dodói”, proporcionou interação nos mais diversos espaços, como nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), na Guarda Municipal, no Sesc Jundiaí, nas escolas municipais, entre outros.

A Secretaria também teve como grande marco neste ano o início das obras no Centro das Artes em agosto.

Alguns programas abrilhantaram o ano. A Mostra de Dança, a Mostra de Teatro de Referência e as edições do “Sexta no Centro”, atraíram cerca de 21 mil pessoas, que foram presenteadas com os shows, coreografias e jogos teatrais gratuitos.

Já as atividades da Diretoria de Ação Comunitária levaram aos bairros mais afastados da região central diversas manifestações culturais. As implantações dos Núcleos de Cultura, formados por membros das próprias comunidades, foram um dos destaques do ano. Os bairros alcançados foram Jardim Novo Horizonte, Santa Gertrudes e Guanabara e região. Também, dentro da Virada Jundiaí, a “Ocupação Hip-Hop” ganhou destaque e recebeu um dos maiores rappers de âmbito nacional, GOG, no São Camilo.

Tombamento da "Casa Rosa" foi uma conquista para os jundiaienses em 2015

Tombamento da “Casa Rosa” foi uma conquista para os jundiaienses em 2015

A Diretoria de Ação Comunitária também inovou neste ano ao levar o programa Oficinas Culturais para as comunidades. Oficinas de fotografia foram ministradas no Parque dos Ingás e no Santa Gertrudes. No Jardim Tarumã, Jardim Novo Horizonte e Jardim das Tulipas receberam respectivamente, oficinas de jazz dance, contos e dança circular.

Os Museus dividiram oito exposições no decorrer do ano. Concertos de Inverno no Museu Solar do Barão reuniram cerca de 100 pessoas por evento. Ainda no Solar, o Café com Música proporcionou nas manhãs de domingo muita diversão com os mais variados grupos musicais da região.

Jundiaí também avançou durante 2015 na conversa para criação de um corredor cultural, que futuramente vai unir as cidades do Aglomerado Urbano de Jundiaí junto às cidades vizinhas, como Vinhedo, Valinhos, Campinas e Louveira na proposta de trocas entre atrações artísticas. Outro importante passo para a Cultura na cidade foi o Programa Arte Educação, em parceria com a Secretaria de Educação, que leva atrações e atividades culturais para dentro do ambiente escolar.

Para o Patrimônio Material de Jundiaí muito se fez durante 2015. Entre as realizações estão o tombamento da Casa Rosa, aprovações dos projetos de reforma da Praça dos Andradas, de restauro do “Escadão”. Já para o Patrimônio Imaterial, foi iniciado a abertura dos processos de registro de bens da Romaria Diocesana, Refogado do Sandi e do Clube 28 de Setembro.

CONFIRA O SITE DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO DE JUNDIAÍ

Novas Direções
Para o secretário de Cultura, Tércio Marinho, o próximo ano vai trazer muito mais atividades para cidade. “Com a inserção da cidade no Sistema Nacional de Cultura e a criação do Plano Municipal de Cultura vamos criar ações para todos, tendo a finalidade de fazer da cultura um ponto de reflexão contínua na construção de uma sociedade mais justa“, comentou.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Arquivo PMJ


Link original: https://jundiai.sp.gov.br/noticias/2015/12/30/diversidade-de-acoes-culturais-e-marco-de-jundiai-em-2015/

Galeria

Baixe as fotos desta notícia na resolução original